Mais 48% de área ardida até 15 de junho do que em 2013

Os incêndios florestais consumiram este ano 4.424 hectares de área ardida, mais 48 por cento do que no mesmo período de 2013, indicou hoje o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

O relatório provisório de incêndios florestais do ICNF indica que, entre 01 de janeiro e 15 de junho, registaram-se 2.713 ocorrências de fogo, mais 389 do que no mesmo período de 2013, que resultaram em 4.424 hectares de área ardida, entre 1.865 hectares de povoamentos e 2.559 hectares de matos.

“Comparando os valores do ano corrente com o histórico dos últimos dez anos, destaca-se que se registaram menos 51 por cento de ocorrências relativamente à média verificada no decénio e que ardeu menos 60 por cento do que o valor médio de área ardida no mesmo período”, lê-se no mesmo documento. O ICNF justifica os valores “substancialmente inferiores” aos últimos dez anos com a chuva dos primeiros meses do ano.

Segundo o ICNF, o maior número de ocorrências registou-se no distrito do Porto (539), seguido de Braga (314) e Vila Real (273), sendo os incêndios maioritariamente fogachos, ou seja, ocorrências de pequena dimensão que não ultrapassaram um hectare de área ardida.

Já os distritos com maior área ardida são a Guarda (871 hectares), Viana do Castelo (811 hectares) e Braga (645 hectares).

Maio foi o mês com maior número de incêndios, com 1.150 fogos, que provocaram 1.489 hectares de área ardida, enquanto em março registou-se mais área ardida (1.748 hectares) devido às 645 ocorrências.

O relatório adianta ainda que se registaram cinco grandes incêndios este ano, que consumiram 1.105 hectares de espaços florestais, 25 por cento do total da área ardida até 15 de junho. O maior incêndio deste ano ocorreu no dia 15 de junho em Portimão, distrito de Faro, e consumiu cerca de 384 hectares de floresta.

LEIA TAMBÉM

IP reforça meios de prevenção e limpeza de gelo e neve nas estradas da Serra da Estrela com novo Silo de Sal-gema na Guarda

A Infra-estruturas de Portugal (IP) instalou na Guarda, um novo silo de sal-gema com capacidade …

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …