Mais de 100 mortos em incêndio na China

Um incêndio num matadouro de aves na província chinesa de Jilin causou hoje, por volta da 06h06 locais (23h06 de domingo em Lisboa), pelo menos, 112 mortos, segundo um novo balanço avançado pela imprensa oficial Xinhua.
Segundo o que a equipa de resgate acrescentou a “infraestrutura interior do edifício e as suas estreitas portas de saída dificultam os trabalhos de ajuda” sendo que à hora do acidente cerca de 300 pessoas se encontravam a trabalhar no local.
As investigações sobre a causa do acidente continuam em andamento, mas a única coisa que se sabe até ao momento é que os trabalhadores ouviram um explosão sendo que consequentemente viram sair fumo preto no início do incêndio.
Estabelecida em Setembro de 2009, a companhia Jilin Baoyuanfeng tem cerca de 1200 funcionários e anualmente produz aproximadamente 67 mil toneladas de produtos avícolas tendo, segundo a agência China News Service, vendas de 28 milhões de euros anuais.
Este acidente é já considerado o mais mortal dos últimos 12 anos na China.

LEIA TAMBÉM

GNR deteve alegados traficantes de droga nos acessos a uma “Rave” em Oliveira do Hospital

Pastor de 90 anos continua desaparecido em Seia

Um pastor de 90 anos que está desaparecido na pequena localidade de Valezim no concelho de …

Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

PJ deteve em Coimbra suspeito de homicídio na forma tentada

A Polícia Judiciária (PJ) identificou e deteve, na segunda-feira, em Coimbra, um homem suspeito da …