Mais de metade do país está em seca extrema

Maio de 2015 foi o terceiro mais seco dos últimos 11 anos e no final do mês passado 53,4% do território continental português encontrava-se em situação de seca severa-extrema, uma situação que se agravou sobretudo nos últimos dias. O intenso calor das últimas semanas tem contribuído para ‘destruir’ pastagens e cultivos, que nem as chuvas previstas para os próximos dias irão salvar.

A 30 de Abril, de resto, 79% do país já se encontrava em seca moderada, de acordo com o último Boletim Climatológico mensal do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Uma situação que afecta sobretudo os distritos Bragança, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Santarém e Faro.

E as previsões futuras não prevêem melhorias: “Tendo em conta a época do ano, é expectável que a situação de seca meteorológica se mantenha ou se intensifique”, prevê fonte do IPMA, em declarações ao Jornal de Notícias.

LEIA TAMBÉM

Ano de 2019 vai ter três fins-de-semana prolongados e quatro possibilidades de “pontes”

O ano de 2019 vai ter dois feriados à sexta-feira e um numa segunda-feira, permitindo …

Mais de duas toneladas de queijo denominado Serra da Estrela apreendidos em Seia

Mais de duas toneladas de queijo indevidamente classificado com denominação de origem protegida (DOP) Serra …