MAIS “volta à estrada” na luta pelo IC6

 

“Está na altura de voltar à estrada e reivindicar , pelo menos o avanço deste Itinerário Complementar”. A posição é assumida pelo MAIS – Movimento de Apoio à Construção dos Itinerários da Serra da Estrela que acaba de solicitar ao secretário de Estado das Obras Públicas uma nova audiência.

Uma decisão que surge depois de vários meses “de espera”, tendo em conta aquela que foi a tomada de posição assumida pelo governante aquando do último encontro com os presidentes de Câmara de Seia, Gouveia e Oliveira do Hospital.

“Foi dada a garantia de que a prioridade seria dada ao avanço do IC6, cujas obras se encontram paradas junto a Tábua”, recorda o MAIS num comunicado, onde anuncia que,“feito este compasso de espera e depois da reprogramação das verbas do QREN”, é chegada a hora de voltar à luta.

Movimento de Apoio à Construção dos Itinerários da Serra da Estrela, o MAIS consubstancia-se num movimento de cidadania, que se constituiu com personalidade jurídica e é impulsionado por um conjunto de personalidades de vários concelhos da região da serra da Estrela, entre eles Seia, Oliveira do Hospital, Gouveia, Nelas, Viseu, Covilhã e Carregal do Sal.

Com blog e página no Facebook com cinco mil aderentes, o movimento tem no seu “currículo” uma petição online com mais de três mil assinaturas no tempo do governo PS, a que se seguiu um abaixo-assinado com mais de quatro mil assinaturas.

No processo de luta pelos itinerários da Serra da Estrela, o MAIS distingue-se, igualmente, pelo diálogo que tem mantido com responsáveis dos vários quadrantes políticos e pela realização de várias iniciativas com o apoio das comunidades locais.

LEIA TAMBÉM

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …

idosos

Idoso desaparecido em Trancoso

Os Bombeiros e a GNR estão a procurar um homem de 90 anos que foi …