Manifestação: A (falta de) Estradas e a (falta de) Saúde no nosso Concelho. Autor: João Dinis, Jano

Principalmente o Presidente do Município mas também a Câmara Municipal, várias Freguesias e seus Autarcas dinamizaram esta manifestação – uma “marcha lenta” pela “velhinha” EN 17 (Estrada da Beira) – culminada com uma concentração frente ao Centro de Saúde de Oliveira do Hospital. Foram bem ajudados por alguma comunicação social…

Na agenda, à (falta de) Saúde no nosso Concelho, juntou-se a falta de boas Estradas de acesso – os IC – troços da 230 e da EN 17. Tudo causas justas que poucos se atreverão publicamente a pôr em causa.

A “marcha lenta” acabou por ser muito lenta mesmo. Militantemente, devem ter participado na ordem das 250 viaturas. Houve alguns locais e momentos em que era possível fazer uma avaliação sem grande margem de erro. Mas então, quando a coluna virou em Vendas de Galizes e ocupou os dois sentidos da EN – 17, tornou-se impossível fazer deste tipo de contabilidades com rigor porque as filas eram enormes em ambos os sentidos. Sim, onde é que começavam e acabavam os automóveis “militantes” da marcha (muito) lenta e os outros que simplesmente foram apanhados a seguir viagem?

E menos adianta agora dizer que eram muitos ou poucos os participantes. Foram (mais do que) suficientes para fazer passar a nossa mensagem de indignação e o nosso grito em defesa de alguns dos nossos direitos fundamentais como Oliveirenses:- saúde e acessibilidades.

E, com a mesma razão que nos assiste, poderíamos fazer manifestações contra a derrocada da educação pública, contra os mega agrupamentos, contra o encerramento de serviços públicos como aconteceu praticamente com o Tribunal e poderá em breve acontecer com as Finanças se acaso continuarem estas políticas governamentais de direita aplicadas pela direita pura e dura, PSD e CDS/PP, e pela “esquerda” muito direita do PS.

Mesmo a data desta “marcha lenta” – a dois meses e pouco de eleições – é oportuna porque permitiu apontar os responsáveis maiores pela situação – os três partidos do “arco da tróika” – PS – PSD – CDS/PP – os executores das políticas governamentais, antipatrióticas e desumanas, seguidas em Portugal nos últimos 30 anos ou mais, debaixo das patas da União Europeia e da Alemanha em especial.

Políticas desastrosas e que tais partidos ameaçam continuar a aplicar, sem dó nem piedade, embora, agora, na caça ao voto, nos venham mentir ainda mais – esses três partidos do “arco da tróika” – do que aquilo que têm mentido ao Povo Português em vésperas de eleições (e não só).

E a “marcha (muito) lenta” deixou já reivindicações concretas para o próximo governo… Sim, foi oportuna.

PSD local sem coragem política tenta fugir às suas responsabilidades

Na verdade, o PSD local nunca mais atina. Não é que seja mau para o Concelho um tal desatinanço mas, às vezes, até impressiona os adversários pela falta de visão ou pela falta de coragem políticas. Como voltou a acontecer desta vez com a “marcha lenta”.

Engendrou, o PSD, uma tentativa de justificação para o facto de não ir participar nesta iniciativa. Não convence ninguém. Apenas tentaram dar cobertura política local aos desmandos do PSD em vários (des)governos com destaque para o actual.  Sim, que o PSD, mais o PS e CDS/PP, juntos ou separados, têm sido (des)governo há quase 40 anos seguidos. Isso é que não podem eles negar. Aliás, nós não nos esquecemos ainda daquela tentativa frustrada de fazer – o PSD local precisamente – uma “marcha lenta” em defesa dos IC…

Havendo coragem e honestidade políticas, não podemos condenar as más consequências – os sacrifícios e o sofrimento impostos ao nosso Povo – das más políticas dos governos centrais e, ao mesmo tempo, absolver, ainda que localmente, as causas e os principais causadores dos problemas.

Mais visão demonstrou o CDS/PP ou pelo menos quem o representou durante as intervenções finais junto ao Centro de Saúde.

Meus Caros Amigos:- o Presidente da Câmara – que teve a faca e o queijo na mão – entendeu convidar para a Manifestação e para usarem da palavra várias Pessoas de entre as quais representantes da CDU, do PS, do PSD e do CDS/PP. Eu acho que fez bem o Presidente da Câmara. Ele não quis monopolizar pessoalmente a iniciativa e não quis que o PS a monopolizasse. Uma iniciativa que, de facto, extravasou o âmbito meramente partidário até porque os problemas afectam todos, como foi dito.

Agora imaginem o que teria sido se CDU e CDS/PP e outras Pessoas não tivessem participado e usado da palavra…

1º – Colocavam-se à margem, por decisão própria, da resolução – em nova fase de reivindicação – de problemas dos mais sentidos pela População do Concelho;

2º – Deixavam o PS quase sozinho a monopolizar a iniciativa e a acusar todos os outros partidos de não terem participado. E digo quase sozinho porque é verdade que o Presidente da Câmara não tem alinhado cegamente pelas posições do PS como aliás demonstrou nesta “marcha lenta”.

Se o PSD tivesse participado, mobilizava muito ou pouco como quisesse ou pudesse. Mas teria falado. E, se quisesse, teria tido a oportunidade de lembrar que o PS de Sócrates e de Paulo Campos fizeram promessas mas estiveram-se borrifando para os IC dentro do concelho de Oliveira do Hospital… E que foi o governo PS/Sócrates que começou a fechar Postos Médicos e Extensões de Saúde em Oliveira do Hospital de entre mais coisas como, por exemplo, a Zona Agrária… Ah! E até poderia ter lembrado que foi o PSD (avesso a Mário Alves então Presidente da Câmara) que tomou a iniciativa de fazer aquela grande manifestação – foi uma grande manifestação – no mesmo local, há uns oito anos atrás, em defesa do SAP (Urgências) do Centro de Saúde quando o governo PS/Sócrates deu a entender que iria fechar as Urgências nocturnas e ao fim-de-semana.

Naturalmente que o PSD também teria de ouvir aquilo que os outros entendessem dizer-lhe. Como ouviu, e retorquiu (com ginástica verbal), o representante do CDS/PP que, honra lhe seja feita, foi ali dar a cara na concentração final frente ao Centro de Saúde, embora pretendendo dar só “meia cara”, digamos assim…

 A Saúde é um direito!  Não pode ser um alto negócio para alguns!

Da parte da CDU não houve papas na língua. A concentração até estava anunciada como sendo, também, uma “sessão de esclarecimento”.  Duas notas:

1 – Mesmo sem ter Deputados eleitos pelo distrito de Coimbra já lá vai demasiado tempo, o PCP e a CDU apresentaram anualmente várias propostas para se inscreverem verbas no chamado PIDDAC do Orçamento de Estado discutido e aprovado na Assembleia da República mediante proposta do governo. Verbas, por exemplo, para o Centro de Saúde, e Extensões de Saúde (Avô e Ervedal). Lamentavelmente, os três partidos do “arco da tróika” sempre votaram contra essas e outras propostas do PCP para o tal PIDDAC que, talvez por ser demasiado esclarecedor para os cidadãos, acabou por ser eliminado do Orçamento de Estado em 2011.

2 – PCP e CDU são “contra” a chamada “municipalização da saúde” – como aliás tem sido a ANMP, Associação Nacional de Municípios Portugueses.  Pois, apesar da pressão política e social, aceitar novas responsabilidades e competências seja na Saúde ou na Educação ou seja lá em que for, é deixar o adversário – a má política do governo central – mandar no jogo.  Será um mau “negócio” para os Municípios os quais, em conjunto com os respectivos Munícipes, virão a pagar a dolorosa factura, e mais cedo que tarde!

E nós até já temos exemplos em Oliveira do Hospital, neste caso com a “privatização” da Saúde. Consultas pelo Serviço Nacional de Saúde demoram muitos meses mas consultas pagas aos especialistas demoram apenas uma ou duas semanas. E, isto, dentro das mesmas instalações hospitalares e pelos mesmos médicos…

Portanto e para concluir, a manifestação de Sexta-Feira, 24 de Julho, cumpriu os seus objectivos e quando assim é…

Esperamos agora que o PS não pretenda monopolizar a constituição da “comissão de utentes do Centro de Saúde” que estará a ser formada. O Presidente da Câmara deve evitar que isso venha a acontecer… Para utilizar uma linguagem que ele bem percebe, seria deixar afunilar demais o jogo…o que só facilitaria a vida ao adversário…

O  PS esteve activo, é verdade. Mas não monopolizou como gosta. Sempre houve quem lembrasse as pesadas responsabilidades que o PS tem pelo estado a que isto tudo chegou, no País e também no nosso Concelho que não é um “oásis” imune. E sempre houve quem alertasse as Pessoas presentes que vêm aí outra vez as (falsas) promessas na caça ao voto para as eleições legislativas já marcadas para 4 de Outubro próximo…

Já gora, permito-me a reproduzir um comentário genial que um camarada meu (PCP) fez um dia na Assembleia da República quando PS e PSD faziam uma enorme gritaria, no âmbito da alternância governamental mas sem alternativa política, acusando-se mutuamente pelos malefícios causados ao País e aos Portugueses. Disse-lhes então esse meu camarada:- “ Está visto. O nosso País só poderá começar a sair da crise quando PS e PSD estiverem ambos, ao mesmo tempo, na oposição”…

 

janoAutor:  João Dinis, Jano

LEIA TAMBÉM

ANCOSE ajuda a salvar queijo Serra da Estrela com reforço dos rebanhos

A Associação Nacional de Criadores de Ovinos Serra da Estrela (ANCOSE) reforçou os rebanhos dos …

Autarcas avançam para tribunal para travar fecho dos CTT nas Beiras e Serra da Estrela

A Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE) anunciou hoje que vai avançar …

  • Guerra Junqueiro

    Caro Professor João Dinis;

    Foi uma manifestação à PCP, com comício à PCP, com numero de participantes à PCP e com discurso K7 à PCP.
    A sua intervenção e a dos outros deram a maior força possível à coligação pois demonstrou que estão efectivamente no bom caminho e que o POVO está com eles.
    O presidente da câmara jogou nesta iniciativa que prepara há vários meses toda a sua permanência como líder, e perdeu em todos os sentidos.
    Já começa a cansar ouvir o João Dinis a defender o incompetente presidente, aliás como vem fazendo o PSD e CDS local. Ainda não percebi na totalidade o porquê, mas vou lá chegar.
    Aproveito para lhe dizer, que com a experiência que tem nestas pequenas manifestações já devia saber que se estivessem 250 viaturas tinha sido um sucesso, tire-lhe 100 e ainda acerta por excesso.
    Caro professor, que já anda há mais de 40 anos nisto que chama “guerra” está na hora de dar descanso ao guerreiro, evitando cair (neste ridículo) em batalha.

    Cumprimentos
    Guerra Junqueiro

    • Vila franca sempre

      Prof. Jano deixe de apoiar tanto o Alexandrino,olhe que ele nunca fez nada pela nossa terra,ele disfarça bem.Foi sempre assim muito invejoso.Continue a defender os seus agricultores e deixe as Manif,que como esta não levaram a lado nenhum.

  • CDU

    Ó Guerra se voltas a falar assim não entras mais no BMW!
    Olha que esta, a dizeres mal da K7 do PCP…

    • Guerra Junqueiro

      Não me digas que tenho que andar de Bentley? Ou será de Rolls Royce?
      Que se lixe, desde que não vá a pé.

      Cumprimentos
      Guerra Junqueiro

  • Luneta

    De facto, O Jano anda muito aos zigezagues. Se lhe deram uma oportunidade fez bem (mal) em a aproveitar. O PCP, não costuma prestar-se a certas coisas.Verdade seja que, por aqui, é um caso de estudo. Antes era o Mário Abreu e o João Alves. Agora é o João Alexandrino e o José Carlos Diniz…Aproveita-se o histórico, para ver se o PS não se arma aos cucos. O que hoje temos foi o que o PS criou…Agora arma-se em vítima. Anda tudo zarolho. Há que arranjar umas lunetas…

  • dr Lacrau

    Amigos:

    As responsabilidades pelo sofrimento infringido ao Povo – e a responsabilidade pelos gordos privilégios oferecidos a meia dúzia de grandes capitalistas; as responsabilidades pelas contínuas trafulhices dos vígaros de vários governos e seus mandantes – caem todas nos três partidos – PS – PSD – CDS/PP que têm estão nos governos há uns 40 anos seguidos ! Não a culpa não é do Afonso Henriques…

    E de política percebeis deveras pouco. E porquê? Principalmente porque não lutais por causas mas apenas por interesses.

    Então achavam bem deixar o PS sozinho nesta iniciativa ? Sim, fizeram bem os representantes de outros partidos em participar e em falar. Assim como outros intervenientes.

    Abram os olhos que o maior cego é aquele que não quer ver…

    Tchau

    Jano

    • Comodista

      Dr Jano, cuidadocom o veneno. Olhe que o lacrau quando se vê rodeado de labaredas por todos os lados, pica nele próprio.
      Veja lá se essa defesa sistemática do Alex, que se tornou indefensável, não se torne a lenha que o vai queimar.

      • Luneta

        Não sejam ceguetas. O Jano quando escreve assina…Garanto que Dr.Lacrau não é o Jano. E escreveu muito bem,,o Dr.Lacrau.