Armando Vara condenado a cinco anos de prisão

Condenados no Face Oculta: Godinho a 17 anos de prisão, Vara e Penedos a cinco

O colectivo de juízes do processo Face Oculta decidiu condenar o sucateiro de Ovar, Manuel Godinho, a uma pena efectiva de 17 anos e meio de prisão em cúmulo jurídico. Armando Vara e José Penedos foram condenados a cinco anos de prisão efectiva.
O antigo ministro e ex-vice-presidente do BCP, Armando Vara, e o ex-presidente da REN, José Penedos, foram condenados a cinco anos de pena efectiva. Foram dados como provados três crimes de tráfico de influência, no caso de Vara, e dois crimes de corrupção e um crime de participação económica em negócio, no caso de Penedos. Armando Vara mostrou-se chocado.
“Estou em choque, confesso, e a sensação que me fica é que a sentença não é sobre as acusações, não é sobre o que estava em causa. Acho que a sentença tem muito a ver com a minha circunstância”, afirmou Vara, adiantando não ser “apenas” a circunstância de ter sido ministro. Quando lhe perguntaram se este era um julgamento político, limitou-se a responder que já tinha dito “muita coisa”, referindo não querer dizer mais.
O advogado Paulo Penedos terá de cumprir quatro anos de prisão efectiva.
Manuel Godinho foi condenado por 49 dos 60 crimes de que estava acusado, tendo ficado provado que encabeçava uma rede de associação criminosa tentacular. O seu sobrinho, Hugo Godinho, e o seu filho, João Godinho, foram, por sua vez, condenados, a cinco anos e seis meses de prisão efectiva e a dois anos e três meses de pena suspensa, respectivamente.
Ao todo, foram condenados 11 arguidos a penas de prisão efectiva. A leitura do acórdão, de 2.781 páginas, começou pelas 10h25 e contou com a presença de 22 dos 36 arguidos envolvidos no caso.
Nas alegações finais, o Ministério Público tinha pedido a condenação de todos os acusados, defendendo a aplicação de penas de prisão efectivas para 16 arguidos, incluindo Armando Vara, José Penedos, Paulo Penedos e Manuel Godinho, e penas suspensas para os restantes.
O advogado do empresário, Artur Marques, afirmou que a condenação de 17 anos e meio de prisão do seu cliente, no âmbito do processo Face Oculta, não é surpresa, mas sim a inexistência de absolvições. “Sem nenhuma surpresa, se há coisa em que esta decisão me parece – digamos – coerente é com aquilo que era previsível no decurso do julgamento”, afirmou Artur Marques, após a leitura do acórdão, no Tribunal Judicial de Aveiro. O advogado realçou, contudo, que, no seu entender, uma surpresa. “Que num processo desta dimensão, com este número de arguidos, com esta quantidade astronómica de imputações e de crimes, não há uma única absolvição”, declarou Artur Marques para quem “isto é sintomático”. “É evidente – tenho de dizer isto como é óbvio – estou na mais frontal discordância relativamente a esta decisão”, salientou, acrescentando que, “obviamente”, vai recorrer.

LEIA TAMBÉM

Tomada de posse dos órgãos autárquicos marcada pela tragédia dos incêndios e presidente reeleito aposta em “fazer renascer Oliveira do Hospital”

Não foi uma tomada de posse normal dos novos responsáveis pelo munícipio. Os discursos inflamados …

António Lopes apresenta denúncia no MP contra as autoridades do concelho oliveirense por entender que pode existir “crime de homicídio por negligência” na tragédia dos incêndios

O eleito à Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital, António Lopes, apresentou ontem uma denúncia …

  • António Lopes

    Tudo gente séria…e se o “rastilho” pega..?

  • Guerra Junqueio

    Parece que Armando Vara está em “choque” e percebe-se: apanhar cinco anos de cadeia por causa de uns robalos e uns trocos ( parece que foram 25 mil euros) é coisa para chocar quem aplainava decisões na CGD, para onde foi nomeado no tempo de José Sócrates primeiro-ministro. Quem estava na CGD no tempo do assalto ao BCP, via comendador da Bacalhôa; quem tirou um curso de Relações Internacionais, na Independente, em modo acelerado para aceder ao cargo e chegar a dr. e quem falou ao telefone com o amigo Sócrates por causa do negócio frustrado com a TVI, tendo a PT de permeio, tem que ficar chocado com esta decisão. Deve pensar com os seus botões desapertados: “cinco anos por isto?!”

    Cumprimentos
    Guerra junqueiro

  • Politicalex

    Tenho cá para mim que o deficit vai aumentar… A governar esta gente fina na cadeia, não fica barato.Mas, como o Isaltino vinha elegante, pode ser que não fique caro…Que isto precisa de moralização precisa. temos aí um decano que anda a vender moral nas primárias do PS e há tempos diz o Pedro Coimbra era o mandatario da candidatura das “chapeladas”… Ele há-os cá bons…Quando chegar às PPPs é que me vou rir.. a chorar já ando com a percentagem do que pago…

  • Envergonhado

    envergonhado:
    Há outros na nossa praça que já lá deviam de estar,”na grelha”.Toda a vida viveram de estratégias e de serem grandes malabaristas…Pensam que tudo sabem mas há muita gente a saber o que são… Para a grelha…

  • Cavaquinho

    Parece um bom começo, só é pena não lhe fazer companhia o Dias Loureiro, João Rendeiro, Franquelim Alves, Oliveira e Costa, Duarte Lima, Ricardo Salgado.
    Mais parece um polvo com tantos bracinhos todos eles ligados a uma causa comum.
    Gostaria que tentassem adivinhar o que têm em comum estes ilustre senhores.

  • Assurancetourix Das Beiras

    Morra o Dantas! Morra!

  • Guerra Junqueiro

    O mandarete já está.
    De louvar a justiça, os procuradores, os polícias e os juízes! Falta o mandarim.

    Cumprimentos
    Guerra Junqueiro

    • Pouca paciência

      São coisas do forum pessoal, disse o mandarim na RTP.

  • Amândio Ribeiro

    O grande problema é se a justiça entra assim no nosso Concelho!! Perdão, está tudo legal, foi pedida uma auditoria…lá para 2018!

    • Pouca paciência

      Mas qual auditoria? Só em sonhos.