Marcelo pede aos jornalistas para não desistirem e funcionarem como anti-poder

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, manifestou-se hoje preocupado com a situação da comunicação social e a precariedade na profissão, pedindo aos jornalistas que não desanimem e sejam anti-poder. O chefe de Estado falava na sessão de abertura do quarto Congresso dos Jornalistas, no cinema São Jorge, em Lisboa.

Marcelo Rebelo de Sousa foi aplaudido quando deixou este apelo: “Nunca esquecer que o jornalismo só tem poder se nunca se vergar aos poderes políticos, económicos, financeiros, sociais, formais ou informais vigentes, antes deles se mantendo distanciado e perante eles permanentemente crítico, se quiserem, sendo um anti-poder, nesse sentido”.

“E acreditar sempre, porque se há experiência que o trabalhar em jornalismo tem em comum com o ensino é o apelo diário a não desanimar, a não desistir, a não renunciar, a pensar nos outros, no dever de testemunhar, no dever de servir, no dever cumprir uma missão comunitária. Nunca cedam, nunca desesperem, nunca abdiquem dessa vossa missão”, acrescentou o Presidente da República.

 

LEIA TAMBÉM

IMT vai recorrer de decisão que declarou ilegal fecho de centro de inspecção automóvel de Seia

O Instituto de Mobilidade e Transportes (IMT) anunciou que vai recorrer das decisões judiciais que …

Dez detidos em Seia por tráfico de droga

A GNR de Gouveia deteve, entre os dias 1 e 3 de Setembro, oito homens …

  • António Lopes

    Senhor Presidente José Carlos Alexandrino: Percebeu..? Ou tenho que fazer mais um desenho..? O “bom jornalismo” é o que trabalha por “avença” /bajulação..?