Marchas Populares voltaram a encantar os oliveirenses (Com vídeo)

O espírito das marchas populares tomou conta da noite do último sábado em Oliveira do Hospital. Miúdos e graúdos deram corpo a um total de sete marchas que fizeram as delícias do público que não arredou pé até ver de perto a prometida Marcha de Alfama.

Tem sido assim ano após ano e no último sábado não foi diferente. O povo de Oliveira do Hospital saiu à rua para ver passar as marchas populares. O Parque do Mandanelho voltou a ser o centro de todas as atenções, onde as três marchas infantis – Obra D. Josefina da Fonseca, Centro Social e Paroquial de Seixo da Beira e EBI da Cordinha – e as quatro marchas seniores – Associação para o Desenvolvimento Social e Cultural do Vale do Cobral e Freguesia de Meruge, Associação Cultural e Recreativa de Lagares da Beira, Sociedade de Defesa e Propaganda de Avô e Rancho Folclórico de Lagares da Beira – fizeram as delícias do público que, pese embora o corte de energia elétrica que durante algum tempo interrompeu o programa das marchas populares, não arredou pé.

É que para além das sete marchas provenientes de vários pontos do concelho e que mais uma vez mobilizaram centenas de pessoas e contaram com a participação de bandas filarmónicas, a edição 2013 das marchas populares voltou a contar com a presença de uma marcha convidada. Pelo segundo ano consecutivo e por ter vencido o concurso de marchas de Lisboa, a marcha de Alfama regressou a Oliveira do Hospital onde apresentou a coreografia que lhe deu a vitória na capital, na noite de Santo António.

No final do certame e pese embora o problema elétrico verificado, o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital fez um balanço positivo do certame, só possível graças ao envolvimento de “pessoas notáveis que dinamizam a vida das suas aldeias e coletividades”. “Parabéns pelas diferentes atuações. O vosso trabalho é reconhecido pelo município e por todos aqueles que hoje aqui estiveram presentes”, afirmou José Carlos Alexandrino que, do mesmo modo, valorizou a presença da marcha de Alfama e que felicitou pela “excelente vitória no concurso de marchas de Lisboa”.

Com realização anual, as Marchas populares de Oliveira do Hospital têm-se afirmado como um evento de realização obrigatória no concelho. Um facto comprovado pela grande adesão de público às Marchas Populares que, desde 2012, deixou cair a veia competitiva, primando apenas pela salutar participação. Às sete marchas participantes, a Câmara Municipal entregou prémios de participação.

LEIA TAMBÉM

Raul Alarcon conquistou camisola amarela em Oliveira do Hospital e Marcelo Rebelo de Sousa concentrou atenções

O espanhol Raul Alarcon (W52-FC Porto) foi hoje a grande figura da Volta a Portugal …

Governo lança hoje financiamento de 36 milhões para recuperar floresta das áreas ardidas, sendo 4 milhões para o Pinhal Interior

O Governo lança hoje concursos faseados de apoio à floresta, por região do país, no …