Mário Oliveira quer ser “Rei do Acordeão” no “Portugal do Coração”

Depois de já ter passado por três eliminatórias, Mário Oliveira, natural de Trancoso e residente em Oliveira do Hospital há cinco anos, tem pela frente a final do concurso “Rei do Acordeão”.

A integrar o grupo de cinco finalistas, o jovem enfermeiro do Hospital da Fundação Aurélio Amaro Diniz é, a comprovar pelas estatísticas divulgadas diariamente pela RTP, forte candidato a vencedor.

Sujeito à votação por telefone, através do número 760 100 004, Mário Oliveira tem a sua última prestação marcada para sábado, dia 12 de março, durante um programa que terá transmissão em directo por aquele canal de televisão, entre as 16h00 e as 19h00, a partir de Torres Vedras.

Com 29 anos, Mário Oliveira faz-se acompanhar por um percurso ligado à música. Depois de já ter frequentado a formação de piano no Conservatório da Guarda, o jovem músico encontra-se a estudar a disciplina de Acordeão no Conservatório Regional de Música de Viseu.

Para além da formação, o jovem destaca também as influências musicais que recebeu de familiares e amigos.

Ainda que com formação profissional na área de enfermagem, Mário Oliveira confessa ter “paixão” pela música. “Treino várias horas por dia”, referiu ao correiodabeiraserra.com, garantindo que o repertório que reproduz no acordeão nada tem a ver com o habitual.

“Sigo uma linha clássica”, explicou a este diário digital, assegurando já ter mudado a opinião de colegas que dizem não gostar muito de acordeão. Para além de se desviar do estilo popular que marca o acordeão, Mário Oliveira sublinha que o próprio instrumento que utiliza tem um aspecto “muito sóbrio”.

LEIA TAMBÉM

Casas abandonadas. Autor: Renato Nunes

A partir do momento em que a minha avó materna faleceu, já lá vão 22 …

Festival “Origens” de Travanca de Lagos agendado para o próximo fim-de-semana

Os Jovens da Liga de Travanca de Lagos apresentam, de sexta-feira a domingo, mais uma …