Mau tempo deverá persistir até ao próximo dia 13 de fevereiro

Chuva intensa, ventos fortes, queda de neve nas terras altas e agitação marítima – é este o cenário meteorológico até, pelo menos, sábado. A chuva deverá manter-se, porém, até dia 13.

Depois de o dia de ontem terem estado sob alerta os distritos a norte de Coimbra, prevê-se que hoje se sinta um abrandamento na intensidade da chuva e das rajadas de vento.

Um alívio de curta duração já que, amanhã, a precipitação deverá intensificar-se e, na zona da serra da Estrela, haverá queda de neve. Ao fim do dia, os aguaceiros poderão ser de granizo e acompanhados de trovoada.

Na sexta-feira, o Sul do país deverá apresentar uma acalmia, enquanto o Norte e o Centro serão fustigadas por aguaceiros. É previsível também descida das temperaturas, quer máxima quer mínima, principalmente nos distritos do interior. Bragança e Vila Real deverão ter temperaturas a rondar os 1 e 2 graus, Guarda deverá chegar aos zero graus e as Penhas Douradas aos quatro negativos.

O fim de semana também será chuvoso, devido às sucessivas passagens de sistemas frontais associados a depressões que vêm do Atlântico e atravessam o território nacional.
A partir de domingo e até dia 13, o IPMA só arrisca probabilidades e também não são animadoras, já que há 65% a 95% de hipóteses de continuar a chover.

A Proteção Civil admite agitação marítima forte na costa ocidental, com ondas de cinco a seis metros de altura. Recomenda medidas de prevenção para evitar “perigos desnecessários”.

LEIA TAMBÉM

Governo lança hoje financiamento de 36 milhões para recuperar floresta das áreas ardidas, sendo 4 milhões para o Pinhal Interior

O Governo lança hoje concursos faseados de apoio à floresta, por região do país, no …

À Boleia Autor: André Duarte Feiteira

O país da Maria, do Manuel, das cunhas e dos tachos! Autor: André Duarte Feiteira

Que bonito é Portugal! Um país à beira mar plantado, com um clima afortunado e …