Mau tempo deverá persistir até ao próximo dia 13 de fevereiro

Chuva intensa, ventos fortes, queda de neve nas terras altas e agitação marítima – é este o cenário meteorológico até, pelo menos, sábado. A chuva deverá manter-se, porém, até dia 13.

Depois de o dia de ontem terem estado sob alerta os distritos a norte de Coimbra, prevê-se que hoje se sinta um abrandamento na intensidade da chuva e das rajadas de vento.

Um alívio de curta duração já que, amanhã, a precipitação deverá intensificar-se e, na zona da serra da Estrela, haverá queda de neve. Ao fim do dia, os aguaceiros poderão ser de granizo e acompanhados de trovoada.

Na sexta-feira, o Sul do país deverá apresentar uma acalmia, enquanto o Norte e o Centro serão fustigadas por aguaceiros. É previsível também descida das temperaturas, quer máxima quer mínima, principalmente nos distritos do interior. Bragança e Vila Real deverão ter temperaturas a rondar os 1 e 2 graus, Guarda deverá chegar aos zero graus e as Penhas Douradas aos quatro negativos.

O fim de semana também será chuvoso, devido às sucessivas passagens de sistemas frontais associados a depressões que vêm do Atlântico e atravessam o território nacional.
A partir de domingo e até dia 13, o IPMA só arrisca probabilidades e também não são animadoras, já que há 65% a 95% de hipóteses de continuar a chover.

A Proteção Civil admite agitação marítima forte na costa ocidental, com ondas de cinco a seis metros de altura. Recomenda medidas de prevenção para evitar “perigos desnecessários”.

LEIA TAMBÉM

Denuncia do grupo do empresário Fernando Tavares Pereira coloca IMT sob investigação do DIAP

Duas empresas do grupo Tavfer, do empresário Fernando Tavares Pereira, a CIMA – Centro de …

Universidade de Coimbra aposta na folha de mirtilo para tratamento da Esclerosa Múltipla

Um projecto de investigação da Universidade de Coimbra aposta no potencial terapêutico da folha de …