médicos

Médicos vão receber ajuda até 200 euros por dia para trabalhar no interior

O Ministério da Saúde está a tomar medidas para levar mais clínicos para as zonas mais carenciadas como o interior do país. Os médicos que trabalharem em dois ou mais serviços a mais de 60 quilómetros de distância da residência vão passar a receber até 200 euros por dia em ajudas de custo. O Governo aprovou ainda o alargamento da contratação por mais três anos de clínicos aposentados, que passam a poder acumular a reforma com uma parte do salário.

Estas medidas fazem parte do novo regime especial de mobilidade parcial, criado pelo Ministério da Saúde só para os médicos, com o objectivo de levar clínicos para zonas mais carenciadas como o interior e o Algarve. Este regime especial, segundo o Diário de Notícias, constará de uma portaria hoje publicada em Diário da República, marca uma grande alteração no valor atribuído aos funcionários públicos em regime geral, que apenas prevê um máximo de 50 euros por dia.

O bastonário da Ordem dos Médicos, José Manuel Silva, já qualificou estas medidas de incentivo como positivas, mas considera-as de tardias.

LEIA TAMBÉM

Governo rejeitou mais de 10 milhões euros nos prejuízos dos incêndios de Outubro afirma a Maavim

O Movimento Associativo de Apoio às Vítimas dos Incêndios de Midões (maavim), Tábua, acusou ontem …

Costa assina despacho para iniciar pagamento das indemnizações das vítimas dos incêndios

O Primeiro-ministro assinou hoje um despacho para que se proceda ao pagamento das primeiras indemnizações aos …