Mendes despiu a capa social-democrata e é candidato independente à Câmara de Oliveira do Hospital

Numa conferência sem direito a perguntas dos jornalistas, José Carlos Mendes apresentou, hoje, no quarto andar do Hotel São Paulo, o seu projecto para as autárquicas 2009 a que apelidou Oliveira do Hospital SEMPRE.

Sem que, em qualquer momento, tivesse deixado escapar os nomes daqueles que o irão acompanhar no novo desafio, Mendes justificou a tomada de decisão com o repto que lhe vinha sendo lançado por populares.

“Solicitaram-me para que, a bem do concelho eu viesse anunciar que me vou candidatar às próximas autárquicas como líder de um projecto de mudança deste concelho”, referiu o ex-militante e presidente do PSD do Oliveira do Hospital, assegurando que não está no novo projecto com o objectivo de vingança, nem o movem questões pessoais.

“Esta candidatura apresenta-se porque consideramos que o concelho necessita de novas políticas para ter o desenvolvimento que merece”, explicou José Carlos Mendes. Despido da capa social-democrata, Mendes apontou o dedo àquilo que tem sido a atitude dos dirigentes distritais e nacionais do partido e confessou-se magoado pela “postura menos digna” que tiveram para com a estrutura local do partido.

 

“Como diz o povo ganhámos duas vezes no campo e fomos espoliados na secretaria”, sublinhou o cabeça de lista do projecto independente, numa alusão clara ao facto de as estruturas regional e nacional terem aprovado a recandidatura de Mário Alves à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, à revelia da Comissão Política Concelhia do PSD.

 

 

O agora candidato independente, que ainda antes de ter vencido as últimas eleições internas do PSD já anunciava a sua intenção de ingressar na corrida à presidência da autarquia oliveirense, enumerou ainda uma série de razões que o leva a manter de pé aquela vontade.

“Oliveira do Hospital tem de mudar de rumo”, começou por referir, lembrando que o concelho “continua a perder prestígio” e não assiste “desde há dez anos” ao desenvolvimento industrial.

 Responsabilizando a actual situação com a “ineficácia dos responsáveis autárquicos”, José Carlos Mendes – foi vice-presidente de Mário Alves no último mandato autárquico – apontou o dedo às infra-estruturas rodoviárias como “um promessa não cumprida” e lembrou que também a central de camionagem, o complexo desportivo e a construção das novas instalações da ESTGOH “não passam de meros sonhos, que têm vindo a ser eternamente adiados ao longo de vários mandatos”.

“Tudo faremos para elevar bem alto o nosso concelho”, assegurou o candidato, lamentando que Oliveira do Hospital ocupe o 12ºlugar de um ranking onde “até há poucos anos” se localizava na terceira posição. Mendes revelou-se ainda preocupado com a desertificação das freguesias e atribuiu responsabilidades à “inexistência de políticas ligadas ao turismo e ao não aproveitamento dos enormes recursos turísticos”.

“É urgente devolver o concelho aos nossos filhos e aos nossos netos”, defendeu o ex social-democrata que disse estar a trabalhar na constituição de “equipas credíveis que tenham como único objectivo o desenvolvimento harmonioso das freguesias e do concelho”.

Acompanhado pela família, o candidato à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital contou hoje também com a presença de sociais-democratas com os quais venceu as últimas eleições internas do PSD local. António Inácio, Mário Ribeiro e Nuno Vilafanha foram alguns dos rostos presentes, numa plateia onde também se evidenciou António Duarte e o advogado Nuno Freixinho.

Na ocasião, José Carlos Mendes revelou também o endereço electrónico da sua candidatura – www.josecarlosmendes.pt – onde está disponível o discurso do anúncio formal do projecto “Oliveira do Hospital SEMPRE”, mas onde ainda faltam informações essenciais relacionadas com a equipa que o vai acompanhar na corrida à Câmara e Juntas de Freguesia.

LEIA TAMBÉM

Líder parlamentar do PSD questiona António Costa sobre a reconstrução das casas afectadas pelos incêndios.

O líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão, pediu ontem explicações ao primeiro-ministro sobre o reduzido número …

Presidente da Câmara de Oliveira do Hospital garante verba ainda desconhecida para reconstrução das segundas habitações depois de questionado pelo vereador do PSD

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, disse hoje que …