Menos alunos e dinheiro ditam mudanças na ESTGOH

O decréscimo de alunos e as restrições orçamentais explicam as alterações nos cursos da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH), esclareceu ontem o presidente do Instituto Politécnico de Coimbra, Rui Antunes.

O responsável disse isto após ter sido ouvido sobre este assunto na Comissão de Educação, Ciência e Cultura da Assembleia da República, onde foi questionado pelo facto de o IPC não ter atribuído vagas ao curso de Administração e Marketing na ESTGOH para o próximo ano letivo.

“Temos falta de dinheiro e também faltam alunos”, disse, realçando que nestas circunstâncias, o IPC, do qual aquele estabelecimento faz parte, “tenta encontrar alternativas” para aquela escola do interior do distrito de Coimbra.

“A solução de Oliveira do Hospital está muito associada a questões do Orçamento de Estado”, afirmou Rui Antunes, cabendo ao Governo “reconhecer o papel” da ESTGOH “no desenvolvimento económico” da região.

“Não podemos olhar para uma escola como esta, como para uma faculdade (das universidades) de Lisboa, Porto ou Coimbra”, concluiu.

asbeiras.pt

LEIA TAMBÉM

IP3 cortado na zona de Penacova devido a avaria de pesado

A avaria de um pesado, pelas 14 horas, provocou o corte do trânsito no IP3, …

Denuncia do grupo do empresário Fernando Tavares Pereira coloca IMT sob investigação do DIAP

Duas empresas do grupo Tavfer, do empresário Fernando Tavares Pereira, a CIMA – Centro de …