Menos jovens “nem-nem” em 2013

Desceu no ano passado o número de jovens portugueses que não trabalham, não estudam nem estão em formação.

A taxa de jovens, entre os 15 e os 30 anos, conhecidos como “nem-nem” caiu 13% em 2013, em comparação com 2012, o que significa que há menos 59 mil jovens sem qualquer ocupação.

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística, são os jovens com idades entre os 25 e os 30 anos que representam a maior fatia de desocupados na taxa de “nem-nem”.
Um investigador na área do desemprego juvenil, ouvido pelo jornal Público, explica esta descida com a emigração, a escolaridade obrigatória e os programas de formação dirigidos aos jovens.

sapo.pt

LEIA TAMBÉM

João Dinis acusa CM de Oliveira do Hospital de “negligência continuada” em estrada municipal

O membro da Assembleia de Freguesia da União de Freguesias de Ervedal e Vila Franca …

Dois detidos em flagrante em Tábua por cultivo de cannabis

O Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial da Lousã deteve, ontem, dois homens com …