O Ministério das Obras Públicas e das Comunicações (MOPC) recebeu propostas de oito empresas concorrentes que se candidataram ao concurso internacional aberto pelo Governo, o ano passado, para a construção do troço do IC 6, entre Catraia dos Poços e o nó de Tábua – apurou o diário digital do Correio da Beira Serra junto de uma fonte conhecedora do processo.

Ministério das Obras Públicas e das Comunicações recebeu 8 propostas para a execução do IC 6

Imagem vazia padrãoAs propostas foram já reencaminhadas para a Comissão de Avaliação, com vista a que a obra possa agora ser adjudicada, o que deverá acontecer ainda durante o primeiro trimestre deste ano.

Relativamente aos três cenários relacionados com a construção do prolongamento do IC 6 até à Covilhã, do IC 7 entre o IC 6 e a A 25 e, ainda, o IC 37 entre Viseu e Seia – o secretário de Estado Adjunto das Obras Públicas e das Comunicações, Paulo Campos, tinha colocado os estudos  em discussão pública –, o prazo de consulta pública termina dia 12 de Fevereiro e, a partir dessa data, o MOPC estará em condições para a adjudicação dos projectos definitivos daqueles novos itinerários, que surgem em consequência da remodelação do Plano Rodoviário 2000.

LEIA TAMBÉM

Dominado fogo que hoje se reacendeu em Tábua

O incêndio florestal que deflagrou na terça-feira no concelho de Tábua, que esteve em fase …

Incêndios destruíram mais 500 hectares em Seia

Incêndio de Tábua reacendeu-se e mobiliza centenas de bombeiros

O incêndio que ontem deflagrou em Tábua, está novamente activo. O reacendimento aconteceu ao início da tarde …