Ministra do Ambiente deixa Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital

 

“Não me sinto inteiramente à vontade para o desempenho das funções”, afirmou Dulce Álvaro Pássaro que, nas eleições autárquicas de 2009, foi eleita para a Assembleia Municipal (AM) de Oliveira do Hospital nas listas do Partido Socialista.

Numa breve intervenção feita, sexta-feira, na última sessão da AM em 2010, a ministra do governo de José Sócrates, que é natural de Oliveira do Hospital, alegou que a acumulação daquele lugar com as suas funções ministeriais poderia “gerar algumas incompatibilidades” e, pouco tempo depois, saiu do salão nobre da câmara municipal.

Dirigindo-se à sua antiga colega de bancada – no anterior mandato estiveram os dois sentados na AM como deputados municipais -, o presidente da câmara considerou que Dulce Pássaro “tem sido uma aliada” do concelho de Oliveira do Hospital.

“A senhora e Paulo Campos têm tido um papel preponderante”, disse José Carlos Alexandrino, numa referência aos dois oliveirenses que integram o governo do PS.

LEIA TAMBÉM

Líder parlamentar do PSD questiona António Costa sobre a reconstrução das casas afectadas pelos incêndios.

O líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão, pediu ontem explicações ao primeiro-ministro sobre o reduzido número …

Presidente da Câmara de Oliveira do Hospital garante verba ainda desconhecida para reconstrução das segundas habitações depois de questionado pelo vereador do PSD

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, disse hoje que …