Ministro diz que 266 escolas vão fechar de imediato

As unidades a encerrar foram identificadas em colaboração com as autarquias e situam-se em locais onde estão concluídos os centros escolares, segundo o ministro.

Nuno Crato afirmou que estão suspensas novas agregações de escolas, excepto “aquelas onde há acordo das respectivas autarquias. O processo voltará a ser reavaliado.

O ministro garantiu que a preparação do ano lectivo decorre “com normalidade” e que as escolas terão “mais liberdade” para organizar os tempos lectivos e os horários.

Quanto aos professores nos estabelecimentos a encerrar, afirmou que, em princípio, passarão a dar aulas nos novos centros escolares, mas não avançou novidades nesta matéria, nomeadamente sobre os contratados, por aguardar ainda da parte das escolas a informação solicitada sobre as necessidades do corpo docente.

In JN online

LEIA TAMBÉM

Maria Barroso faleceu esta madrugada

Maria Barroso morreu esta madrugada. Aos 90 anos, a mulher do ex-presidente da República Mário …

Mais de metade do país está em seca extrema

Maio de 2015 foi o terceiro mais seco dos últimos 11 anos e no final …