Misericórdia proporciona “Natal mais feliz” a crianças carenciadas

 

… “proporcionar um Natal mais feliz às crianças carenciadas”.

A Santa Casa da Misericórdia de Galizes está apostada em melhorar o Natal das crianças que, por qualquer razão, se vêem privadas de brinquedos, livros e outros bens tão necessários ao seu saudável desenvolvimento.

Para o efeito, a instituição acaba de colocar em marcha a campanha “Criança Solidária” que, nesta quadra natalícia, tem o objetivo de recolher o maior número possível de brinquedos novos e usados que, no dia 24 de dezembro, vão ser entregues às crianças já referenciadas pela equipa gestora do Rendimento Social de Inserção.

“Queremos que cada criança tenha a sua prenda no sentido de lhes proporcionar um Natal mais feliz”, explicou ontem o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Galizes, Bruno Miranda. A campanha que pretende “unir uma criança sem brinquedo, a um brinquedo sem criança”, vai decorrer entre 12 e 22 de dezembro, contando para o efeito com um conjunto de parceiros, quer na recolha dos brinquedos, quer na sua distribuição. As caixas para recolha de brinquedos vão estar disponíveis em alguns espaços da cidade –Biblioteca Municipal, Câmara Municipal, Caixa de Crédito Agrícola, Caixa Geral de Depósitos, Mini Preço, Intermarché e supermercado da Cooperativa Agro Pecuária da Beira Central –  devendo depois a entrega dos brinquedos ser efetuada por uma equipa de voluntários que, na véspera de Natal, vai presentear as crianças porta a porta.

A ação que conta com a colaboração direta do município, Banco de Recursos Sociais, Comissão de Proteção de Crianças e Jovens e Banco Local de Voluntariado faz parte de um conjunto alargado de ações que a Santa Casa da Misericórdia de Galizes vai levar ao efeito ao longo do ano na área do apoio à infância e à juventude.

“Criança Solidária” colhe o apreço da autarquia oliveirense. “É mais uma boa iniciativa em prol dos desfavorecidos”, registou ontem o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, apreciando todo o auxílio que a Santa Casa da Misericórdia de Galizes presta às famílias mais necessitadas. Do mesmo modo, José Carlos Alexandrino destacou o importante papel que vem sendo assegurado por aquela instituição em matéria de emprego. “Tem conseguido suprir problemas de emprego no concelho”, referiu o autarca, valorizando também a participação da Santa Casa no programa municipal de incentivo ao emprego Ativos Sociais, já responsável pela criação de 48 postos de trabalho, estando previsto o seu alargamento às seis dezenas de pessoas até ao final do ano.

Um trabalho meritório que José Carlos Alexandrino fez questão de referenciar e que, como assegurou, é merecedor do reconhecimento municipal. “Até agora ainda não contribuímos com a obra que têm em curso, mas fica o compromisso de que será inscrita uma verba no orçamento do próximo ano para esse efeito”, prometeu o presidente oliveirense, notando que a área social integra o pacote de prioridades do executivo municipal, do qual também faz parte a educação e o combate ao desemprego. “O município vai apoiar empresas para que possam sobreviver melhor e para que os jovens não saiam do nosso concelho”, contou, aludindo à intenção de alargar o programa Ativos Sociais ao domínio empresarial.

Do mesmo modo, Alexandrino chamou a atenção para as políticas de apoio à natalidade e à educação, por via da atribuição de abonos mensais e bolsas de estudo. Clarificou porém que o objetivo não é fazer caridade, mas antes “justiça Social”.

LEIA TAMBÉM

CDU reclama transporte público até Ervedal da Beira e acusa Câmara de se esquecer de obras importantes

Os elementos da CDU representados na União das Freguesias de Ervedal da Beira e Vila Franca …

Tábua inaugurou posto de carregamento de veículos eléctricos

A Câmara Municipal de Tábua inaugurou hoje o Posto de Carregamento de Veículos Eléctricos. O …