Miúdos prometem surpreender em desfile que amanhã percorre as ruas de Oliveira do Hospital

Cerca de 1200 alunos e respetivos professores e auxiliares de ação educativa dão , amanhã, vida àquele que é entendido como “o maior evento da cidade”. Trata-se do desfile de Carnaval que promete surpreender pelo número de figurantes e espetacularidade dos trajes.

A deixar de ano para ano a cidade de queixo caído, o desfile de Carnaval volta amanhã, a partir das 10h00, a tomar conta das principais artérias de Oliveira do Hospital. Acontece assim por iniciativa da Comissão Administrativa Provisória do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital, que entendeu por bem dar continuidade ao evento que, em anos anteriores, vinha sendo preparado pelo Agrupamento de Escolas Brás Garcia de Mascarenhas.

Tal como no passado, o desfile vai contar com a participação de todas as escolas e jardins de infância afetos ao ex agrupamento escolar, bem como com a presença da Arcial. Fundação Aurélio Amaro Diniz e Obra D. Josefina da Fonseca.

Fruto do processo de agregação dos agrupamentos de escolas e de “algum desânimo” que tomou conta de alguns professores e alunos, um número reduzido de turmas do 2º e 3º ciclo não participam no desfile. Ainda assim, serão cerca de 1200 os alunos que, amanhã, dizem “presente”no desfile de Carnaval, aos quais se juntam as dezenas de professores e auxiliares de educação educativa.

Números que enchem de orgulho o elemento da CAP e ex diretor do Agrupamento Brás Garcia de Mascarenhas, na certeza de que se trata “ do maior evento da cidade” e até das redondezas. “Dificilmente há um desfile tão grande e com tantos figurantes”, afirma Luís Ângelo ao correiodabeiraserra.com.

Para além de surpreender pelo número de figurantes, o desfile promete de igual modo causar estupefação pela qualidade dos fatos que alunos, professores e auxiliares vão apresentar alusivos ao tema “A Nossa Horta” que decorre do facto de 2014 ser o “ano Internacional da Agricultura Familiar”.

Depois de um início de ano marcado por muito trabalho na preparação do desfile, Luís Ângelo assegura estar “tudo a postos” para o grande dia que se deseja de bom tempo. “Estamos todos preparadíssimos e entusiasmados”, afirma, dando conta da existência de factos “espetaculares”.

Para que o desfile seja possível, Luís Ângelo regista o empenho e dedicação de professores e funcionários e o grande contributo dado pelos pais, quer na elaboração dos fatos, quer até na comparticipação para a compra de materiais necessários. Tal como em anos anteriores, a CAP assegura os encargos maiores, contando de igual modo com o apoio do município que, este ano disponibiliza carros de som durante o desfile. Também a GNR local assume papel importante no controlo de trânsito no momento da passagem do desfile, que por norma, decorre até à hora de almoço.

No caso de se verificar mau tempo, a organização informa que o desfile não se realizará, ficando adiado para a próxima sexta-feira, dia 7 de março, à mesma hora.

LEIA TAMBÉM

Dois jovens detidos em Seia enquanto assaltavam uma viatura

A GNR deteve ontem dois homens de 18 e 21 anos, em flagrante delito, por …

GNR deteve traficante de droga em Celorico da Beira

O Núcleo de Investigação Criminal da Guarda da GNR deteve um homem com 54 anos …