Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

Morreu mulher agredida por se recusar a dar um cigarro

A mulher de Santa Maria da Feira que foi agredida na segunda-feira depois de recusar um cigarro a um vizinho, não resistiu aos ferimentos e acabou por morrer hoje, informou a Polícia Judiciária. Os factos, ocorridos na passada segunda-feira, tiveram origem numa contenda, com agressões físicas e verbais.

A mulher, de 37 anos, foi transportada para uma unidade hospitalar, onde “deu entrada em coma, com lesões cerebrais muito graves”. “Na sequência da discussão, o suspeito manietou a vítima e projectou-a para um declive, onde aquela caiu desamparada e bateu com a cabeça numa das pedras ali existentes”, refere um comunicado da PJ.

O agressor, que está indiciado por um crime de ofensa à integridade física, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

LEIA TAMBÉM

GNR realizou ontem 40 detenções em flagrante delito, sete das quais por roubo

PJ deteve em Seia um homem por tentativa de homicídio

O Departamento de Investigação Criminal da Guarda da Polícia Judiciária (PJ), com a colaboração da …

Primeiro-ministro apresenta 20 equipas de sapadores florestais em Oliveira do Hospital

O primeiro-ministro, António Costa, apresenta amanhã 20 novas equipas de sapadores florestais, em Oliveira do …