Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

Morreu mulher agredida por se recusar a dar um cigarro

A mulher de Santa Maria da Feira que foi agredida na segunda-feira depois de recusar um cigarro a um vizinho, não resistiu aos ferimentos e acabou por morrer hoje, informou a Polícia Judiciária. Os factos, ocorridos na passada segunda-feira, tiveram origem numa contenda, com agressões físicas e verbais.

A mulher, de 37 anos, foi transportada para uma unidade hospitalar, onde “deu entrada em coma, com lesões cerebrais muito graves”. “Na sequência da discussão, o suspeito manietou a vítima e projectou-a para um declive, onde aquela caiu desamparada e bateu com a cabeça numa das pedras ali existentes”, refere um comunicado da PJ.

O agressor, que está indiciado por um crime de ofensa à integridade física, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

LEIA TAMBÉM

AVMISP avisa, após reunião Marcelo Rebelo de Sousa, que falta de apoios pode levar empresas afectadas pelos incêndios a encerrar

A Associação das Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal (AVMISP) lamentou hoje, na …

Ano de 2017 foi o melhor de sempre para o turismo no Centro de Portugal

O ano de 2017 foi o melhor de sempre para a atividade turística no Centro …