Movimento independente apresentou candidatura à Junta de Travanca de Lagos

Já é conhecido o movimento independente que nas eleições de 29 de setembro vai disputar a presidência da Junta de Travanca de Lagos. António Soares surge à frente de uma equipa que “garante o melhor para freguesia”.

Rigor, honestidade, experiência e verdade foram algumas das palavras proferidas no último sábado pelo cabeça de lista do movimento independente “Freguesia de Travanca de Lagos Unida Sorri” para classificar o projeto com que se propõe a votos no âmbito das eleições autárquicas que se vão realizar no final do corrente mês.

Numa sessão destinada a apresentar publicamente a candidatura que lidera, António Soares garantiu ao povo de Travanca de Lagos que a sua equipa é a que “garante o melhor para a freguesia”, sendo constituída “por pessoas que estão acima das questões partidárias que saberão colocar sempre os interesses das pessoas da freguesia de Travanca de Lagos em primeiro”. “Daremos continuidade a tudo aquilo que de bom tem sido feito mas queremos, sobretudo, dar uma dinâmica diferente à nossa freguesia”, assegurou o cabeça de lista.

Adepto das “boas relações institucionais”, o candidato independente à Junta de Travanca de Lagos manifestou ainda o seu apoio à recandidatura de José Carlos Alexandrino à Câmara Municipal “pelo homem que é e porque acreditamos que ele saberá manter o diálogo com todos e trabalhará para elevar o nível de vida das nossas gentes”.

“Estarei sempre disponível para todos e estarei sempre presente para responder a todos os desafios. A minha presença junto das pessoas será uma realidade, embora alguns, perante o desespero que já começaram a sentir, digam o contrário. Esses nada sabem e deles não reza a história”, disse ainda o candidato que assegura nunca se servir das instituições e coletividades e garante entrar na corrida eleitoral para ganhar a Junta com “uma grande maioria”.

LEIA TAMBÉM

Detidos incendiários em Viseu, Vouzela e Tondela

A Polícia Judiciária deteve um homem, de 41 anos, casado, servente de pedreiro, pela presumível …

IMT vai recorrer de decisão que declarou ilegal fecho de centro de inspecção automóvel de Seia

O Instituto de Mobilidade e Transportes (IMT) anunciou que vai recorrer das decisões judiciais que …