Mulher do amigo de Sócrates é a sétima arguida no processo que resultou da Operação Marquês

Inês Pontes do Rosário é a sétima arguida do processo que resulta da Operação Marquês – a mesma que ditou a prisão preventiva de José Sócrates. Segundo o Expresso trata-se da mulher de Carlos Santos Silva, empresário e melhor amigo do ex-primeiro-ministro que também está em prisão preventiva.

A informação surgiu hoje após o segundo dia de interrogatório a Joaquim Barroca Rodrigues, o vice-presidente do Grupo Lena a quem o juiz Carlos Alexandre aplicou a medida de coação de prisão preventiva com possibilidade de se converter em prisão domiciliária com pulseira electrónica.

Inês Pontes do Rosário passa assim a fazer companhia a Carlos Santos Silva e José Sócrates, o ex-motorista de Sócrates, João Perna, o advogado Gonçalo Trindade Ferreira e o administrador da farmacêutica Octapharma, Paulo Lalanda Castro, como arguidos no processo.

LEIA TAMBÉM

Subida de temperatura e risco elevado de incêndios no interior nos próximos dias

Onde de calor vai continuar, com as temperaturas a rondar os 30 graus

O calor vai continuar a fazer-se sentir no continente, com as temperaturas a rondar os …

Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

PJ deteve quatro homens por presumível roubo, sequestro e assassinato em vários concelhos, incluindo Coimbra

A Polícia Judiciária deteve quatro homens, mediante Mandados de Detenção emitidos pelo DIAP de Leiria …