CM Arganil

Município de Arganil inaugura amanhã dois “Espaço do Cidadão”

A Câmara Municipal de Arganil inaugura amanhã, pelas 11h30, o seu Espaço do Cidadão com a presença do secretário de Estado para a Modernização Administrativa, Joaquim Pedro Cardoso da Costa. Esta nova área irá permitir aos munícipes tratar num só local um conjunto de cerca de 80 assuntos variados, de mais de 18 serviços públicos. A freguesia de S. Martinho da Cortiça, naquele concelho, passa também a partir de amanhã a contar com os mesmos serviços.

Os Espaços do Cidadão, uma iniciativa de atendimento em balcão único, s têm como objectivo prestar um atendimento digital assistido ao cidadão na relação com a Administração Pública. Esta rede, coordenada pela Agência para a Modernização Administrativa (AMA), resulta da evolução do conceito do Balcão Multisserviços (BMS), e considerada perlo Governo como uma peça chave na estratégia para a modernização e simplificação administrativa.

O Espaço do Cidadão (EC) funciona como um balcão único que disponibiliza variados serviços de diversas entidades, onde o cidadão também beneficia de um atendimento digital assistido, que lhe permite conhecer as várias opções disponibilizadas pelos serviços online. A sua implementação é coordenada pela AMA em parceria com autarquias locais e os Correios de Portugal (CTT), entre outras entidades públicas ou prestadoras de serviços desta natureza.

LEIA TAMBÉM

Feridos nos fogos que afectaram Oliveira do Hospital estão isentos de taxas moderadoras e têm medicamentos gratuitos

As vítimas dos incêndios de Junho e de Outubro do ano passado, que afectaram, entre …

GNR realizou ontem 40 detenções em flagrante delito, sete das quais por roubo

Dois detidos por crime de tráfico sexual em Seia

Um homem de 45 anos e uma mulher de 42 foram ontem detidos por suspeita …

  • António Silva

    Pois é! Oliveira do Hospital fica com a pujança e a moda dos Continentes, maiores abóboras e afins…Os outros com melhores serviços… Ai, Alexandrino que Deus te abra os olhos, homem… Não vez que já ninguém vai nos teus discursos aparvalhados….
    António Silva