EXPOH

“Não divulgo o orçamento, porque há especialistas em baralhar números”

O orçamento destinado a esta edição da EXPOH não será divulgado de imediato. O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital sublinhou ontem que só o fará depois de ter todas as contas bem-feitas. Foi a resposta do autarca a uma pergunta do CBS. “Só depois é que vou falar”, referiu atirando como explicação para esta sua atitude o facto de existir quem “goste de baralhar números”.

“E há imprensa que é especialista nisso”, atirou, momentos antes de conduzir uma visita guiada, entre outros, os autarcas de Arganil, Tábua e Pampilhosa da Serra, bem como o presidente da CIM da Região de Coimbra, João Ataíde e do presidente da Câmara Municipal do Fundão, Paulo Fernandes, por um evento que conta com cerca de duas centenas de expositores.

LEIA TAMBÉM

“Senti que não tinha condições para continuar a exercer o cargo para o qual fui eleito”

O presidente da Junta de Freguesia de Travanca de Lagos assegurou ao CBS que renunciou …

Presidente da Junta de Travanca de Lagos demitiu-se

O presidente da Junta de Freguesia de Travanca de Lagos, António Soares, apresentou hoje a …

  • Guerra Junqueiro

    Qual é a Expoh que tem as contas apresentadas? As últimas ainda se desconhecem. Lá para o final do mandato são capazes de apresentar cinco ou seis números diferentes.
    Quem é que acredita nos números deste homem?

    Cumprimentos
    Guerra Junqueiro

  • Desiludido

    Ninguém, só os bandeirinhas os que se encostaram à Câmara, os afilhados, as mulheres dos amigos e os filhos dos amigos e das amigas a quem arranjaram tachos.Assim vai o nosso Município. Mas os tachos são precisos para tanta comezaina e tantas festas que só servem para gastar o nosso dinheiro,( do IMI da água e outras.)

  • CECIL

    É a completa demonstração de incapacidade, incompetência e falta de coerência .É arrepiante .Esquecer o que se disse , fazer sem previsões e orçamentos .Será que alguém está a ganhar com isso .Não há tempo para fazer um orçamento e apresentar as despesas em condições. A quem interessa isto
    Escusa-se de se mandar indirectas porque malabarismo é isto .E puro. A mulher de César não basta dizer que é séria. Tem que o demonstrar . Faça um esforço . Não me diga que o responsável da Camara na EXpoh não saber fazer isso . Senão conseguir peça aos jornalistas ao serviço fora e dentro .

    Em 2010 dizia José Carlos Alexandrino dizia que “valeu a pena apostar na realização da EXPOH mas que nem tudo correu bem na primeira edição daquela feira regional, realizada em parceria com a ADI, considerou haver motivos para que o município passe agora a colocar a EXPOH no calendário de eventos municipal.”

    5 anos passados não houve tempo para uma estratégia, para prever, para orçamentar.
    Nem sei como houve tempo para contratar artistas! .

  • Politicalex

    Há responsáveis na e pela EXPOH que sabem fazer isso e muito mais…O problema é haver coisas que, sem os documentos na mão é uma chatice…Mas como dizem os Espanhóis: “Qui las ai ai..! Eu nem acredito no que me vieram dizer sobre umas habilidades de um “artista”..! Vale tudo..
    Outra muito interessante é a nossa comunicação social..Eles bem se esforçam..Será que há duas EXPOH? A que eles relatam tem alguma coisa a ver com a que nos vemos..?

  • António Lopes

    Eu, acho que o problema não dos especialistas em “baralhar números”.A haver alguns, são os que divulgam oficialmente os da Câmara.Da Expo H do ano passado, há três números diferentes publicados em actas das reuniões de Câmara.Não há por lá, uma pessoa “séria e entendida” que diga qual é o número certo e “combata” os “malabaristas”..? Pessoalmente já pedi a diligência sob a forma de requerimento e ainda não consegui ter êxito..! Com mais trabalho e menos “malabarismo” se calhar, havia mais gente na manifestação que faria com que em Oliveira do Hospital, “nada fosse como dantes” e houvesse mais gente na Expo H… Mas pronto…É dos livros que,o “maior cego é o que não quer ver…? Surpreenda-nos Senhor Presidente da Câmara.Diga-nos lá o número certo, do ano passado, antes que a deste acabe..! É possível?