NDEIB promove reunião com empresários ligados ao sector têxtil

…com unidades de produção nos concelhos de Arganil, Oliveira do Hospital e Tábua.

Contactado pelo correiodabeiraserra.com, o presidente do NDEIB, Fernando Tavares Pereira, explicou que esta reunião, marcada para a próxima sexta-feira, no hotel S. Paulo, às 20h00, tem como finalidade fazer “uma análise sobre a situação económica dos têxteis na região” para que posteriormente se possa “dialogar com o Governo”, com vista a tentar “obter apoios e incentivos” para um sector que é responsável pela manutenção de alguns milhares de postos de trabalho.

Tavares Pereira frisou ainda que esta iniciativa está a ser desencadeada em articulação como o Governador Civil de Coimbra, Henrique Fernandes, que por sua vez também anunciou recentemente a criação de um “observatório permanente” para “zelar pela manutenção de postos de trabalho e apoiar a actividade económica do distrito”.

Note-se que Oliveira do Hospital é o município do distrito que mais depende da indústria de confecções – um sector que também não tem escapado à crise. Só nos últimos três anos, o concelho oliveirense assistiu à perda de cerca de 300 postos de trabalho.

Num artigo publicado nesta edição online – consulte-o aqui –, o antigo eurodeputado do PS, António Campos, sustenta que Oliveira do Hospital é “um concelho de alto risco em relação ao emprego” e adverte que “esta crise preocupa qualquer cidadão responsável”.

Campos defende que “os empresários do concelho deveriam deixar o individualismo e serem capazes de se reunirem e de se entreajudarem”, mas também salienta que a Câmara Municipal deveria ter uma postura mais interventiva.

“Adivinho que os empresários ligados às exportações estão a dormir muito mal. Como ficaria bem à câmara juntar os empresários, ouvi-los, organizar um dossier de quantos postos de trabalho representam, qual o volume de exportações, como podiam ser ajudados, que garantias tinha de que o volume financeiro necessitado suportaria o emprego, e negociá-lo com o Governo”, salienta Campos.

Após esta reunião do NDEIB com empresários ligados ao sector têxtil, Tavares Pereira adiantou entretanto a este diário digital que o núcleo a que preside vai “oportunamente promover outras actividades”, nomeadamente ao nível do sector da construção civil, que na região também tem um enorme peso na criação de emprego.

LEIA TAMBÉM

Primeiro-ministro vê nas biorefinarias uma “oportunidade” para aproveitar a floresta e elogia trabalho desenvolvido na BLC3

O primeiro-ministro destacou ontem na inauguração do Campus de Tecnologia e Inovação BLC3, em Oliveira do …

António Costa remete construção do IC6 para “quando haja condições financeiras”

O primeiro-ministro não se compromete com uma data para a construção do IC6 entre Tábua …