NDEIB promove reunião com empresários ligados ao sector têxtil

…com unidades de produção nos concelhos de Arganil, Oliveira do Hospital e Tábua.

Contactado pelo correiodabeiraserra.com, o presidente do NDEIB, Fernando Tavares Pereira, explicou que esta reunião, marcada para a próxima sexta-feira, no hotel S. Paulo, às 20h00, tem como finalidade fazer “uma análise sobre a situação económica dos têxteis na região” para que posteriormente se possa “dialogar com o Governo”, com vista a tentar “obter apoios e incentivos” para um sector que é responsável pela manutenção de alguns milhares de postos de trabalho.

Tavares Pereira frisou ainda que esta iniciativa está a ser desencadeada em articulação como o Governador Civil de Coimbra, Henrique Fernandes, que por sua vez também anunciou recentemente a criação de um “observatório permanente” para “zelar pela manutenção de postos de trabalho e apoiar a actividade económica do distrito”.

Note-se que Oliveira do Hospital é o município do distrito que mais depende da indústria de confecções – um sector que também não tem escapado à crise. Só nos últimos três anos, o concelho oliveirense assistiu à perda de cerca de 300 postos de trabalho.

Num artigo publicado nesta edição online – consulte-o aqui –, o antigo eurodeputado do PS, António Campos, sustenta que Oliveira do Hospital é “um concelho de alto risco em relação ao emprego” e adverte que “esta crise preocupa qualquer cidadão responsável”.

Campos defende que “os empresários do concelho deveriam deixar o individualismo e serem capazes de se reunirem e de se entreajudarem”, mas também salienta que a Câmara Municipal deveria ter uma postura mais interventiva.

“Adivinho que os empresários ligados às exportações estão a dormir muito mal. Como ficaria bem à câmara juntar os empresários, ouvi-los, organizar um dossier de quantos postos de trabalho representam, qual o volume de exportações, como podiam ser ajudados, que garantias tinha de que o volume financeiro necessitado suportaria o emprego, e negociá-lo com o Governo”, salienta Campos.

Após esta reunião do NDEIB com empresários ligados ao sector têxtil, Tavares Pereira adiantou entretanto a este diário digital que o núcleo a que preside vai “oportunamente promover outras actividades”, nomeadamente ao nível do sector da construção civil, que na região também tem um enorme peso na criação de emprego.

LEIA TAMBÉM

António Costa remete construção do IC6 para “quando haja condições financeiras”

O primeiro-ministro não se compromete com uma data para a construção do IC6 entre Tábua …

IMTT encerrou Centro de inspecções automóveis de Seia do Grupo CIMA, empresa fala de decisão desproporcionada

O IMTT encerrou na segunda-feira o centro de inspecção da Cima (do Grupo TAVFER de …