Os resultados dos exames do 9ºano divulgados hoje estão a gerar alguma “apreensão” junto do Agrupamento de Escolas Brás Garcia de Mascarenhas (BGM), em Oliveira do Hospital.

Negativas a Matemática causam “apreensão” no BGM

O mesmo não acontece com a Língua Portuguesa em que os resultados chegaram a superar a média nacional. “Veio contra os nossos objectivos” referiu João Bento, elemento do Conselho Executivo do Agrupamento, revelando-se desagradado com o resultado dos exames nacionais de Matemática que nada tem a ver com o resultado de frequência do ano lectivo. “Registámos 12 por cento de negativas na frequência ao longo do ano e agora deparamo-nos com 49 por cento de negativas”, explicou, considerando que estes números obrigam a escola a reflectir, tendo em conta que durante o ano lectivo “foi feito um grande investimento com o objectivo de melhorar os níveis de Matemática”.

Ainda sem informações comparativas entre os resultados dos exames deste ano e de 2007, João Bento não tem dúvidas de que “algo correu mal aos alunos”. Explicou que durante o ano lectivo foi feito um esforço por parte da escola no sentido de dar todas as condições propícias à melhoria dos resultados a matemática, como a aula de estudo acompanhado totalmente dedicada à disciplina, plano de acção da matemática, quadros interactivos e software adequado.

“As notas deixam-nos apreensivos”, confessou João Bento, acrescentando que a escola irá fazer uma análise cuidada para saber o que se passou.

O responsável revela-se bem mais satisfeito com os resultados do exame de Língua Portuguesa, em que a escola registou apenas 11 por cento de negativas, com a particularidade de “mais de metade da escola ter conseguido atingir nível igual ou superior a quatro”. “O empenho dos alunos foi satisfatório”, revelou.

Numa auscultação por cada um dos agrupamentos de escolas do concelho, foi possível constatar que – de acordo com o que foi adiantado pelos conselhos executivos – de um modo geral se verificou uma melhoria dos resultados de Matemática comparativamente a 2007. Sublinhe-se que, por exemplo, em Lagares da Beira se assistiu a um aumento de cerca de 20 por cento de resultados positivos. Dos 11 alunos que realizaram a prova 78 por cento obtiveram nota positiva.

Apesar da subida registada – melhorias na ordem dos 20 por cento – quem não se dá por muito satisfeito é Carlos Campos, do Conselho Executivo da Cordinha, que fala em níveis “pouco satisfatórios”.

Segundo explicou ao correiodabeiraserra.com, as positivas a matemática no Agrupamento da Cordinha centram-se nos 38,3 por cento. Também este responsável dá conta de um empenho por parte da escola com vista a potenciar a melhoria dos resultados dos alunos como é o caso dos encontros entre professores de Matemática no âmbito do Plano da Matemática, bem como outras medidas como a aplicação de exercícios e jogos de raciocínio lógico e abstracto. Carlos Campos deu também conta da subida dos resultados positivos a Português.

No que respeita aos resultados a nível nacional, foram registadas melhorias significativas na disciplina dos números com a percentagem de negativas a cair de 72,8 por cento para 44,9 por cento, o que significa que há menos 38,3 por cento de notas negativas face à prova de 2007.

Em comunicado, o Ministério da Educação (ME) sugere algumas explicações para esta evolução, como o “esforço dos professores e alunos” e os “instrumentos de apoio”.

Mas para os professores da disciplina existem outras razões que podem explicar o sucesso deste ano, que se traduz numa duplicação das positivas. Tanto a Associação de Professores de Matemática (APM) como a Sociedade de Professores de Matemática (SPM) consideraram, no dia em que foi conhecida a prova, que o exame tinha sido o mais fácil de sempre.

LEIA TAMBÉM

EPTOLIVA conquista terceiro lugar a nível de desempenho dos cursos profissionais

A EPTOLIVA – Escola Profissional de Oliveira do Hospital, Tábua e Arganil, situa-se entre as …

EPTOLIVA distinguida nos prémios Ciência na Escola

A EPTOLIVA (Escola Profissional de Oliveira do Hospital, Tábua e Arganil) foi a escola da …