Nelas viu aprovada candidatura de quatro milhões de euros para valorização de zona industrial

A Câmara de Nelas viu aprovado o projecto de expansão de novos acessos e valorização da sua Zona Industrial nº 1 em Nelas, num montante de investimento de 4.056.180 euros, que terá uma contribuição de fundos comunitários o valor de 2.316.368 euros. A aprovação veio do Centro 2020, gerido pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC).

“Nunca a Câmara de Nelas tinha conseguido um financiamento, e logo deste mon­tante, com fundos europeus com este objectivo de intervenção no coração do seu de­senvolvimento económico e de criação de emprego, momento histórico que não pode­ríamos deixar de comunicar e com o qual todos os munícipes e empresas, certamente, ficarão felizes”, explica a autarquia em comunicado.

A missiva refere ainda que este montante de investimento e de apoio comunitário (que constitui 7,7 por cento do total do apoio Feder de 30 milhões de euros disponibilizados em Maio do ano passado para os 100 Municípios de toda a Região Centro). “É o reconhecimento da existência de um clima empresarial muito forte no Concelho, em particular decorrente do dinamismo verificado nos últimos anos com a instalação do Grupo “Aquinos” nas antigas instalações da “Johnson Controls”, da expansão de diversas empresas e da instalação de outras novas, quer na Zona Industrial em causa, quer em todas as outras Zonas Industriais (Chão do Pisco e Canas de Senhorim – Ribeirinha e Projecto dos Fornos Eléctricos), criando mais de 1.300 novos postos de trabalho”, sublinham.

A verba, segundo o comunicado, além de 33 novos lotes para empresas, da melhoria de acessos com novas avenidas incluindo uma de ligação à Vila de Nelas, rotundas e duplicação da Es­trada Nacional 234, de ambos os lados da Zona Industrial mais relevante do concelho, destaca-se também pela “sua importância na projectada valorização, a construção de um Centro de Apoio Empresarial, conjunto de edifícios multiúsos que acolherão a estru­tura de apoio ao tecido empresarial desenvolvida pelo município, e oferecerá um con­junto de valências adicionais que contribuirão para o bom cumprimentos dos objectivos pretendidos com a presente operação, como sejam salas para realização de acções de formação, espaço de incubadora de empresas e de apoio ao desenvolvimento de novas iniciativas empresariais, numa lógica de apoio ao desenvolvimento de start-ups e de inovação social e atelier de tempos livres e infantário, para apoio aos trabalhadores das empresas instaladas nas Zonas Industriais, no quadro da política de apoio à natalidade e à parentalidade promovida pelo Município de Nelas”.

“É também, e sobretudo, uma aposta das entidades regionais e nacionais na res­ponsabilidade e capacidade demonstradas, em particular nos últimos anos, pelo Mu­nicípio de Nelas em captar novos investimentos e novas empresas, muitas das quais continuam a contactar a Câmara Municipal para investirem ou crescerem, criando novas centenas de postos de trabalho, dando sequência e justificando, entre outros, estudos e acções de melhoria em todas as Zonas Industriais do Concelho, como a compra de mais de 400 mil m2 de terrenos efectuada nos últimos 4 anos pela Câmara”, conclui o comunicado.

LEIA TAMBÉM

idosos

Idoso desaparecido em Trancoso

Os Bombeiros e a GNR estão a procurar um homem de 90 anos que foi …

frio

Frio vai acentuar-se amanhã, mas sem previsão de chuva para os próximos dias

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para amanhã uma descida das …