Netflix

Netflix chega em Outubro a Portugal e promete revolucionar a forma como vemos séries e filmes

Chega a Portugal em Outubro a Portugal o Netflix, um produto que promete revolucionar a forma como vemos as séries e filmes em casa. O preço irá rondar os oito euros mensais, sem qualquer tipo de fidelização. Como contrapartida oferece ao cliente diversos conteúdos que incluem todos os hits de bilheteira, lançamentos de ‘última hora’ (sejam filmes ou episódios de séries), documentários e “estreias exclusivas”, sem esquecer os ‘cartoons’ e séries animadas.

O Netflix já conta com 62 milhões de utilizadores por todo o mundo e, em entrevista ao jornal i, os representantes da empresa garantem que se trata de uma “aplicação pode ser descarregada a partir de qualquer coisa que tenha acesso à internet, computadores, smartphones, tablets e smart TVs”. Os conteúdos intermináveis de todos os géneros e vão ter legendas “de Portugal e não do Brasil”.

O primeiro mês de utilização é “oferta ” e o cancelamento da subscrição “pode ser feito a qualquer altura, sem obrigações adicionais”. “Vai que estamos de férias, mas há qualquer coisa que corre mal e a chuva aparece, torrencial e com tudo o que isso envolve. Vemo-nos forçados a ficar em tendas. Que assim seja, se levámos o aparelho certo, é ligá-lo à net, fazer login na aplicação e está feito”, refere o representante da empresa.

Para aceder ao Netflix só precisa de acesso à Internet. A assinatura é feita directamente no site do serviço e a qualidade da imagem adapta-se à capacidade da rede – por exemplo, o Ultra HD só resulta a partir dos 25 MB – e ao dispositivo escolhido: televisão, computador, tablet, telemóvel e várias consolas de videojogos. O Netflix aposta muito em conhecer cada vez melhor os gostos do utilizador de forma a sugerir-lhe os melhores conteúdos, pelo que, ao registar-se, o cliente cria um perfil e, à medida que vai visualizando séries e filmes do catálogo, o serviço vai sugerindo outros conteúdos semelhantes. Se viajar para o estrangeiro, o Netflix acompanha-o. Basta ter acesso à Internet para aceder à sua conta. Além disso, a Netflix aposta na produção própria e está disponível para trabalhar com produtoras portuguesas na criação de conteúdos nacionais que, posteriormente, ficarão acessíveis em todos os países.

LEIA TAMBÉM

Suspeito de tentar matar ex-namorada em Tábua conhece hoje a sentença

O Tribunal de Coimbra determina hoje, pelas 13h30, a sentença a um homem de 43 …

Ana Abrunhosa entregou quatro habitações reconstruídas em Seia

A presidente da CCDRC, Ana Abrunhosa, entregou as chaves de quatro habitações (três na freguesia …