extensão de Saúde Nogueira do Cravo

Nogueira do Cravo e Lagares da Beira na linha da frente contra a falta de médicos

Nogueira do Cravo e Lagares da Beira são duas das localidades do concelho de Oliveira do Hospital que parecem estar na linha da frente da luta contra a falta de médicos. O presidente da primeira, Luís Nina, referiu, no sábado, que a paciência está a esgotar-se e que a partir do final deste mês, se nada for resolvido, a Junta e a população vai avançar com medidas para tentar resolver o problema que não se podem ficar pelas palavras.

“Estão várias medidas em cima da mesa. Pode passar por uma manifestação, mas está tudo estudo”, referiu Luís Nina, lastimando que todos os dias pela manhã tenha de ouvir os lamentos dos populares sobre a falta de médicos. “É uma coisa que me corta o coração, ver toda aquela gente idosa e doente e nem um médico”, disse para a plateia que assistia ao fórum do local do PS, atribuindo depois as culpas ao Governo, ao mesmo tempo que elogiava os esforços desenvolvidos pelo presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital. “O PSD diz que o Governo não tem culpa. Mas a verdade é que vem cá apenas cobrar impostos. O nosso presidente é que tem de andar à procura de médicos”, sublinhou, adiantando que neste assunto ninguém o irá calar.

A líder da Junta de Lagares da Beira prometeu todo o apoio ao colega. “Nina não estarás sozinho quando quiseres vir para a rua. A população de Lagares estará contigo”, prometeu Olga Bandeira, explicando que a zona da sua autarquia já não tem médico desde Maio do ano passado, o que leva a população a reclamar. “Tenho sofrido com a pressão das pessoas. Sabem que a culpa não é nossa, nem do município, mas nós somos quem está próximo”, confessou, adiantando que devido à falta de médico de família existem pessoas há mais de um ano sem fazer as necessárias análises clínicas. Olga Bandeira só espera que as diligencias que José Carlos Alexandrino diz ter desenvolvido obtenham resultados.

LEIA TAMBÉM

IP reforça meios de prevenção e limpeza de gelo e neve nas estradas da Serra da Estrela com novo Silo de Sal-gema na Guarda

A Infra-estruturas de Portugal (IP) instalou na Guarda, um novo silo de sal-gema com capacidade …

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …

  • António Lopes

    Tem que se ver se se arranja um contrato por épocas,como na bola,com luvas e transferências.Nunca mais faltam médicos.E não vai ser preciso gastar nem um quarto com eles.Naquela coisa do resumo diario da tesouraria, onde andam os 380mil à procura do “espaço temporal”, estão orçamentados 230 mil euros.Até 31 de Março tinham gasto 0 ZERO!!! Anda um boato no Concelho que os senhores são sérios nas afirmações..! Mas, não se preocupem em demasia..! É só boato..!

  • Politicalex

    Em Nogueira nem era para haver problemas. Basta usar aquele sistema antigo de anestesia… que por ali abunda…” Umas “pancadas”..!