Nogueira do Cravo insiste em manter viva a tradição do Carnaval

Sem tema mas verdadeiramente português. É o que se espera do Carnaval da Freguesia de Nogueira do Cravo que sai à rua em dia de “domingo gordo”, a 10 de fevereiro.

Uma iniciativa que acontece pelo quarto ano consecutivo, numa freguesia que viu a tradição carnavalesca ser interrompida por uma década. “A ideia é retomar e cimentar a tradição”, referiu Carlos Mendes ao correiodabeiraserra.com, notando que, desde que o projeto foi retomado em 2010, se tem registado um crescendo de qualidade e de pessoas a participar e a assistir ao cortejo carnavalesco.

Com concentração na Rua da Corredoura, o cortejo vai percorrer as principais ruas da freguesia com cerca de12 carros alegóricos, preparados pelas coletividadas e outros grupos envolvidos na organização. A par daqueles, o evento vai ainda contar com perto de três centenas de figurantes, nos quais também se englobam os elementos da Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital e o famoso Grupo de Bombos “Pedra e Racha” de Nogueira do Cravo.

Um cortejo com que a comissão organizadora, numa parceria com a Junta de Freguesia, espera atrair muitos visitantes, com a particularidade de as entradas serem gratuitas.

Na contagem decrescente para desfile, Carlos Mendes assegura que o evento surgirá ao nível dos últimos três realizados. “ As dificuldades financeiras são cada vez maiores e tentamos, pelo menos, manter as atividades”, refere aquele elemento da organização , destacando a particularidade de o Carnaval nogueirense se afastar do modelo brasileiro e seguir mais a “moda portuguesa”. “É um Carnaval trapalhão”, sublinha, dizendo tratar-se de um Carnaval que puxa à alegria e à gargalhada.

O cortejo constitui o momento alto do Carnaval da freguesia de Nogueira do Cravo, mas o programa arranca na sexta-feira, dia 8 de fevereiro, com o Baile dos Reis na sede da Associação Desportiva Nogueirense. Uma iniciativa que carrega um forte simbolismo, pelo facto de os reis do Carnaval anterior entregarem a chave da freguesia aos reis da presente edição. No dia 9, em Vilela realiza-se o baile de entrudo e, no dia 11, tem lugar o baile de máscaras, em Galizes. O cartaz só fica concluído na quarta-feira, dia 13, com a realização do jantar dos Grelos, seguido do enterro do entrudo, em Vilela.

Para a realização da edição 2013 do Carnaval da Freguesia de Nogueira do Cravo, a organização conta com um orçamento na ordem dos quatro mil Euros, incluindo o valor conseguido por via da venda de senhas afetas ao sorteio que se realiza na tarde do dia 12.

A caminhar no sentido de devolver a tradição do Carnaval à freguesia, a organização acredita na boa adesão à iniciativa, apostando para o efeito numa forte divulgação do cartaz.

LEIA TAMBÉM

“O presidente diz que Oliveira está na moda. Adarnela só se for na moda da idade da pedra. Não tem água, nem saneamento”

Quem chega a Adarnela, no concelho de Oliveira do Hospital encontra uma localidade dividida entre …

Cemitério de Nogueira do Cravo vai ser ampliado

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou na sexta-feira o alargamento do cemitério de …