Nogueirense renovado e na luta pela subida de divisão

 

Depois na última temporada ter ficado a apenas dois pontos da subida de divisão, a equipa de futebol da Associação Desportiva Nogueirense não desiste de continuar a contribuir para os sucessos da coletividade de Nogueira do Cravo.

Porque pretende fazer um “campeonato melhor do que o ano passado”, a direção e equipa técnica muniram-se dos “melhores” e garantem estar em condições de lutar pela subida de divisão.

No arranque da pré-época, que aconteceu ontem à tarde no Estádio de Santo António, em Nogueira do Cravo, o novo presidente da direção – Pedro Marques sucede a Carlos Pires – partilhou com os jornalistas aquele que é o seu objetivo pessoal, desde há seis anos, e que passa por “colocar o nogueirense na segunda divisão B”.

“O nogueirense tem condições”, garantiu Pedro Marques que, apesar da tristeza pelo facto de a equipa se ter ficado pelo quarto lugar, fez um balanço positivo da época passada.

“Nunca pensámos fazer o campeonato que fizemos”, confessou o dirigente desportivo que, embora ambicioso nos objetivos a atingir, tem consciência das adversidades que possam surgir a uma equipa bem preparada.

Com uma aposta forte na renovação do plantel, Pedro Marques admite que a equipa técnica foi determinante para o sucesso alcançado no ano passado, assim como será para os bons resultados que são esperados na temporada que está prestes a começar.

“Se tivesse que escolher outro treinador era injusto, porque conheço a maneira de ele trabalhar e, ele sabe quais são os meus objetivos”, contou Pedro Marques, reconhecendo em Pedro Ilharco capacidades para conduzir a equipa na conquista de bons resultados desportivos.

Munido dos “melhores”, Pedro Marques sublinhou a facilidade que a ADN tem na contratação de bons jogadores, porque a coletividade tem agora “uma identidade diferente daquela que tinha há uns anos”. Para além disso, garante, “o clube cumpre com os seus atletas e proporciona-lhes condições”.

Com um primeiro jogo oficial agendado para 28 de agosto, a ADN apresenta-se com um plantel mais reduzido, mas que ainda se mantém em aberto. “Tínhamos um plantel muito extenso (27). Este ano, a estratégia é reduzir o plantel e ir buscar jogadores mais equilibrados em todas as posições”, contou Pedro Marques

“Quero continuar a contribuir para o crescimento e história do clube”

Responsável pela subida à terceira divisão e pelo quarto lugar alcançado na época passada, o técnico Pedro Ilharco está determinado em “fazer melhor”.

“Quero continuar a contribuir para o crescimento e história do clube”, afirmou ontem o técnico que, assumidamente contra o comodismo, não escondeu a sua preocupação em escolher os melhores jogadores que trouxessem “mais experiência e maturidade competitiva” à equipa.

Do mesmo modo que não teve receio em alterar o plantel, Pedro Ilharco garante também não temer a possibilidade de a equipa passar a integrar a série C do campeonato nacional da terceira divisão, que é entendida como uma série onde o verdadeiro jogo de futebol é suplantado pelo factor “músculo”.

“ Temos que nos adaptar e procurar a capacidade de impor o nosso jogo, sem qualquer tipo de constrangimento relativamente ao tipo de série”, referiu o técnico.

Habituado a ganhar, Pedro Ilharco só espera que os seus jogadores o tomem como exemplo. “Não sou exigente com eles, mas tenho com eles a exigência que tenho comigo. Conforme for a minha capacidade de trabalho, a deles tem que ser idêntica”, contou aos jornalistas, confidenciando que foi esta mensagem que transmitiu à equipa, minutos antes do arranque da pré-época.

A equipa da ADN iniciou hoje um período de estágio no Luso, onde permanece até ao próximo sábado. A partir de terça-feira, os treinos decorrem em casa. Até à realização do primeiro jogo oficial, a ADN participa em seis jogos de treino com o Tocha (dia 6, no complexo da Tocha), Penalva do Castelo (14, em Penalva), Tourizense (17, em Nogueira do Cravoo) e Sertanense (21 de agosto, em Nogueira do Cravo). Pelo meio, no dia 20, a ADN participa no torneio Canas de Senhorim.

Plantel:

G-Redes:
Miguel Valença e Eduardo (Pampilhosa);

Defesas:
Luís Paiva, Marco Simões, Quim Teixeira, China (Vigor), Makukula (Sourense), Rui Daniel (Pampilhosa) e Alex Garcia;

Médios:
Nuno Ribeiro, Diogo Melo, Carlo, Hugo Amado (vigor), Miguel Marques (Tocha) e Pedro Penela (Penelense);

Avançados:
Diogo Gonçalves, Daniel Gonçalves, Chano, João Pedro (Tourizense), Garcês (Tocha), João Costa (Juniores AAC/OAF).

LEIA TAMBÉM

Gouveia recebe Campeonato Mundial Trial de motos

O Parque da Senhora dos Verdes, em Gouveia, vai receber, entre os dias 23 e …

Luís Mota voltou a vencer as 100 milhas do Oh Meu Deus – Ultra Trail Serra da Estrela

O atleta Luís Mota, do Clube do Benfica de Abrantes, venceu as 100 milhas do …