Recebi há dias na minha caixa de correio um dos 7.500 exemplares do último Boletim Municipal (BM) do Município de Oliveira do Hospital. Com cerca de 100 páginas a cores, em bom papel, e portanto com custos elevadíssimos, o BM abre com um editorial do presidente da Câmara. Trata-se de uma publicação, paga pelo erário público, onde Mário Alves “procura ilustrar de uma forma fiável – fiável, sublinhe-se – o que se passa no concelho”.

 

Diz-nos o presidente que “o futuro, esse materializa-se nas políticas camarárias de dinamização económica e cultural, através da criação de projectos, da apresentação de candidaturas e do diálogo com o governo para a realização de investimentos estruturantes para o concelho”.

Nós por cá!

A capa da publicação municipal, sob o título “Estamos a construir o Futuro”, fala-nos do passado: o novo espaço da feira mensal, a ser desbravado por duas ou três rectro-escavadoras. É uma concepção de desenvolvimento, que difere substancialmente daquela que me é sintetizada nos recortes da imprensa – acho que fiável – da região.

Esses recortes, rezam assim:
1. Seia: Deve abrir em Março o centro de contactos da EDP, que irá criar 200 a 250 novos postos de trabalho. O “Contact Center” de Seia terá 150 a 200 posições de atendimento, o que equivale a criar 200 a 250 empregos directos, e ficará sedeado nas instalações da subestação de Seia, em Quintela, que vão beneficiar de um investimento de dois milhões de euros para adaptação do edifício. O objectivo da empresa é receber uma média de quatro milhões de contactos por ano;

2. Tábua: A criação de 250 postos de trabalho directos e mais 150 indirectos, são as perspectivas da Câmara Municipal de Tábua quanto ao novo investimento industrial que envolve o grupo “Aquinos” e a multinacional “IKEA”, previsto para a zona industrial de Sinde, e que se destina à produção de sofás para exportação.

3. Gouveia: Gouveia assinalou recentemente o 20º aniversário da sua elevação a cidade, com uma sessão comemorativa onde se destacou a assinatura de um acordo entre o município e a empresa de confecções Acorfato, com vista à criação de uma nova unidade industrial na Zona Industrial de Gouveia e que prevê a criação de 50 novos postos de trabalho.

4. Tondela: O Presidente da República inaugurou recentemente, em Tondela, a nova unidade do frupo alemão Frenesius Kabi. Trata-se de um investimento de 15 milhões de euros que criou 118 novos postos de trabalho.

O presidente da Câmara, Carlos Marta revelou também que todos os lotes do campo industrial de Santiago de Besteiros “estão já adquiridos para novos investimentos” e que em breve vai ser ali instalada uma nova empresa do sector automóvel, num investimento de 7,5 milhões de euros, que irá criar 120 postos de trabalho.

5. Santa Comba Dão: Três empresas vão criar 200 novos postos de trabalho. 6. E em Oliveira do Hospital? Presidente da Câmara admite a possibilidade de realizar duas feiras quinzenais, noticiam os jornais.

Henrique Barreto

LEIA TAMBÉM

Os jornais também se abatem

Os jornais também se abatem, e esta é a última edição impressa do CBS – um jornal com cerca de 20 anos de história que fundei na Primavera de 1988 e cuja publicação suspendi em 2002.

Correio da Beira Serra suspende publicação em Junho

Hoje, trago más notícias. O Correio da Beira Serra, em versão impressa, vai suspender a sua publicação.