Em consequência de um grave incidente informático registado no seio do webmaster responsável pela manutenção do site do correiodabeiraserra.com, só hoje – e com muito esforço – nos foi possível regressar ao contacto com os leitores. A tecnologia tem destas coisas, mas uma coisa julgo ser certa. Foram muitos os que – para além da equipa que diariamente produz esta edição –, sentiram a perda momentânea deste “ente” querido da informação.

Nota da Direcção:

A morte de um órgão de comunicação social – embora neste caso se tenha tratado apenas de um coma prolongado, mas reversível – gera sempre um sentimento de vazio.

Também é verdade que, muitas vezes, só sentimos a falta das coisas quando elas deixam de existir. Todavia, a anómala situação, que não conseguimos evitar, está praticamente ultrapassada.

Perdemos alguns conteúdos que têm estado a ser repostos, determinadas funcionalidades do site ainda estão inactivas e há vários detalhes que necessitam de ser reconfigurados. É uma questão de tempo e tudo regressará à normalidade.

Fazendo votos para que um tipo de incidente destes não volte a ocorrer, apresentamos desde já as nossas sinceras desculpas pelo incómodo causado aos leitores e anunciantes deste diário digital.

Henrique Barreto

LEIA TAMBÉM

Cid Teles, a cigarra do Triste Fado: As origens. Autor: Renato Nunes

O poeta que inspira estas palavras nasceu em 8 de Março de 1911, em Tábua, …

A minha fatura contempla consumos com mais de seis meses! O que poderei fazer? Autora: Tânia Santana

São recorrentes as abordagens dos consumidores, junto do nosso Gabinete de Apoio ao Consumidor, indagando-nos …