Nova fase negativa do Sampaense

Nesta altura as equipas já não são as mesmas pois o desenrolar da época, com as suas contingências acaba por moldar a forma e os níveis anímicos dos jogadores. O Sampaense entrou a perder no jogo fruto de uma atitude defensiva inexistente e sofreu um parcial impensável de 33-11 nos primeiros 10 minutos.

Com tal desvantagem seria de adivinhar uma catástrofe para o lado dos visitantes, mas a equipa beirã conseguiu reduzir a desvantagem tendo chegado a estar somente a 10 pontos de conseguir passar para a frente no marcador. Tal não aconteceu e o jogo foi para intervalo com o resultado de 54-34.

No reatar da partida, o Sampaense voltou a ser superior, mas sem nunca anular completamente as capacidades do Vitória. Defensivamente mais aguerridos, os visitantes ganham o parcial do 3º período por 11-14 mas a vitória estava praticamente entregue à equipa da casa desde o primeiro período.

Nos últimos 10 minutos, o Vitória voltou a superiorizar-se e reforçou a sua posição de vencedor conseguindo uma vitória fácil sobre um cada vez mais fraco Sampaense.

O resultado final foi de 90-57 favorável ao para já 3º classificado da liga, facto que empurrou o Sampaense ainda mais para o final da tabela classificativa.

O MVP da partida foi Tommie Eddie do Vitória com 18 pontos e 14 ressaltos. No Sampaense destacaram-se Bobby Madison com 20 pontos, Ricardo de Bem com 17 pontos e João Balseiro com 6 pontos.

Por: PNV

LEIA TAMBÉM

O Bava da Bola

Um tal Bava, Zeinal de primeiro nome, foi presidente executivo durante anos da PT. Em …

Aquela máquina…

Dois golos de Cristiano Ronaldo e um de André Silva asseguraram a vitória de Portugal …