Nuno Pereira sucede a Mendes na presidência do PSD de Oliveira do Hospital

O cenário previsto desde o anúncio da demissão de José Carlos Mendes da presidência do PSD oliveirense, já começou a ganhar contornos reais e, segundo apurou o correiodabeiraserra.com, Nuno Pereira passará a ter nas mãos os destinos da social-democracia em Oliveira do Hospital, bem como o conturbado dossiê das autárquicas 2009.

De acordo com informação avançada a este diário digital por fonte conhecedora do processo, a decisão final terá resultado da reunião realizada ontem em sede da Comissão Política Concelhia, ficando assim colocada de parte a possibilidade de o novo presidente poder ser um elemento da estrutura, escolhido pela equipa. Com ambas as situações previstas nos estatutos, acabaria por vingar a subida do primeiro vice-presidente ao lugar de presidente.

Decidido terá também ficado que Nuno Vilafanha subirá ao lugar até então ocupado por Nuno Pereira, já que Inácio Campos também se prepara para, nos próximos dias, abandonar o partido com cujas cores venceu as últimas eleições autárquicas na Junta de Freguesia de Seixo da Beira, para integrar o projecto independente de José Carlos Mendes.

O lugar de segundo presidente passará a ser ocupado por João Brito, eleito vogal nas últimas eleições internas do PSD.

Numa altura em que a Comissão Política Concelhia do PSD já conta com quatro baixas oficiais – Lusitana Fonseca e Luciano Ré foram os primeiros a pedir demissão, António Martins faleceu e José Carlos Mendes demitiu-se e abandonou as cores do partido para protagonizar um projecto independente – as retiradas não se esgotam em Inácio Campos, já que Telma Martinho também estará a preparar a sua demissão.

Nos horizontes da ainda tesoureira da Comissão Política – que deverá ser substituída por Pedro Rosário – deverá estar a possível integração na equipa independente chefiada por José Carlos Mendes, sob o desígnio Oliveira do Hospital Sempre.

O correiodabeiraserra.com apurou, entretanto, que o processo de afastamento de Mendes da estrutura para o qual foi eleito em dois actos eleitorais consecutivos, impediu a normal preparação do processo para as autárquicas 2009.

Contudo, este diário digital também sabe que a equipa de Nuno Pereira se prepara para avançar com a constituição das listas para as eleições marcadas para 11 de Outubro.

A certeza é de que o processo de recandidatura de Mário Alves à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital – o anúncio oficial deverá acontecer dia 1 de Agosto – passou completamente à margem da estrutura concelhia do PSD. Para saber mais sobre todo este processo, o correiodabeiraserra.com tentou chegar à fala com Nuno Pereira, mas até ao momento ainda não foi possível.

LEIA TAMBÉM

Autarcas avançam para tribunal para travar fecho dos CTT nas Beiras e Serra da Estrela

A Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE) anunciou hoje que vai avançar …

Líder parlamentar do PSD questiona António Costa sobre a reconstrução das casas afectadas pelos incêndios.

O líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão, pediu ontem explicações ao primeiro-ministro sobre o reduzido número …