“O actual executivo fez muito espalhafato sobre vários problemas como o IC6, mas depois desaparece e varre o lixo para debaixo do tapete”

A CDU apresentou ontem a sua candidatura à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, com Luís Almeida a concorrer à presidência e João Dinis à liderança da Assembleia Municipal. O local escolhido foi a entrada do Parque dos Marmelos, junto às piscinas municipais e ao Agrupamento de Escolas. Um espaço que não foi eleito ao acaso. “Estamos aqui porque é uma das zonas mais sensíveis da cidade, pelas infra-estruturas que a rodeiam, e que está esquecida”, explicou João Dinis, que acusou o actual executivo da autarquia de fazer “muito espalhafato” sobre vários assuntos, como o IC6 e depois “desaparecer e varrer o lixo para debaixo do tapete”. O candidato acusou ainda o PS de estar “a asfixiar” a democracia no concelho e de o presidente da autarquia estar a “sangrar” o Centro de Saúde da cidade, procurando desviar serviços para o privado.

“Não escolhemos este local por acaso, mas sim porque existem aqui várias infra-estruturas. Ali temos o Centro de Saúde que está a ser sangrado. Há manobras do presidente da Câmara para que as urgências passem para o privado. Depois de dizer que tinha um projecto revolucionário para a saúde, o que temos assistido é à sua tentativa de o sangrar ainda mais. O Parque dos Marmelos está aqui abandonado, encerrado. Esquecido tal como a ribeira de Cavalos. Comunicámos à Câmara Municipal que iríamos fazer aqui a apresentação e mais uma vez verificámos este espaço verde está fechado, como está fechada a democracia no nosso concelho, e pior que há quatro anos, quando fizemos aqui mesmo também a apresentação para anteriores eleições autárquicas”, referiu João Dinis que acusou o PS de ter uma hegemonia tal que “está a asfixiar a vida no concelho e, ao que parece, só fala em democracia quando interessa aos seus candidatos”.

Referindo que se forem eleitos elementos da CDU existirá intervenção sobre assuntos que apenas aquela força partidária defende, João Dinis lembrou ainda a forma como a Câmara abordou o problema do IC6 e depois se esqueceu. “Fez um enorme espalhafato com o IC6, garantiu que se não fosse feito cá estaria na luta e o presidente prometeu mesmo cortes da estrada EN17. Onde está agora? Foi só espalhafato. Há muito espalhafato e depois atira-se o lixo para debaixo do tapete”, frisou.

Os responsáveis da CDU consideram ainda que as piscinas municipais necessitam de uma requalificação. “O que temos aqui são tanques. Merecíamos uma piscina ao ar livre. Além disso, não temos uma piscina para crianças com menos de três anos”, frisou apontando depois para o edifício que se encontrava à sua direita. “Ali temos o agrupamento que foi muito contestado, e com razão, pela autarquia, mas agora até o director vai nas listas para o executivo da Câmara pelo PS e nunca mais se falou no assunto”, sublinhou, antes de referir que um dos desafios mais importantes do concelho está a ser também completamente esquecido pela autarquia.

“O maior problema do nosso concelho é a substituição das condutas de água que são em lusalite, que contém amianto, e já se encontram fora de prazo. Será um dos problemas mais difíceis de resolver. E se agora há dinheiro de subsídios provenientes da comunidade europeia, não sabemos quando voltaram a surgir. Mas a autarquia não tem nenhum projecto nesse sentido. Ninguém fala disto. O presidente esqueceu-se”, acusou, questionando depois se a Sonae paga ou não saneamento. “É importante saber. A nossa informação é que os seus afluentes vão para a ETAR da cidade, mas nenhum presidente confirma isso, nem se a Sonae paga ou não, isto quando os munícipes tiveram um aumento de mais de 100 por cento nestes serviços”, rematou alertando que nestas autárquicas o PS vai “ter iniciativas manipuladas”. “Isso é antidemocrático e tem de ser denunciado. Temos de oxigenar e combater estas caldeiradas entre instituições e o executivo camarário”, concluiu, antes de frisar que o concelho de Oliveira do Hospital “precisa da voz da CDU” que além da Câmara e Assembleia Municipal apresenta também candidatos à União de Freguesias de Ervedal e Vila Franca da Beira, Meruge, Nogueira do Cravo, Bobadela e União das Freguesias de Oliveira do Hospital e São Paio de Gramaços.

Programa eleitoral da CDU:

LEIA TAMBÉM

Faleceu a romancista Ermelinda da Silva

A romancista Ermelinda da Silva natural de Vila Franca da Beira faleceu ontem e funeral …

Um ferido grave e outro ligeiro num despiste em Tábua

Um despiste esta tarde (18h04) na Estrada Municipal 1304, na freguesia de Vila Nova de …

  • António Lopes

    Caro Camarada João Diniz: O amianto dá fugas de água e pior que isso dá cancro. Mas, agora, as águas têm o engenheiro que era o empreiteiro à frente, e o homem sabe. As fugas, admito que estejam razoavelmente resolvidas.As doenças o “Centro de Saúde” “privado” depois resolve. As tubagens estão escondidas.Ninguém vê, não dá votos.Esquece.Com 10% disso, em festas, consegue-se os 7-0.E o Povo gosta é de festas..! O amianto nas escolas e no Centro de Saúde não está resolvido? Ouvi umas promessas..! Um parque daqueles fechado , em Agosto, bem para essa nem crítica tenho..? Deve haver um motivo muito forte.Se calhar é a Ribeira de Cavalos que está um perigo público.Será?

    Parabéns.Vindo da CDU, não me espanta.Como se verifica, sempre atenta e com propostas construtivas. Um dia chegaremos lá..