“O grande drama do PSD é que a 10 meses das eleições continua sem rosto para a solução”

 

José Francisco Rolo repudiou esta manhã “as críticas estéreis e a linguagem grosseira e mal educada” do PSD de Oliveira do Hospital.

Numa tomada de posição à margem do seminário que hoje decorre na Casa da Cultura César Oliveira, o presidente da Comissão Política Concelhia do PS aludiu em particular ao recente infomail que o PSD distribuiu pelos oliveirenses e à carta aberta dirigida aos presidentes de Câmara e Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital, considerando estar em face do que apelidou de “comunicados à jotinha”, que apenas servem para tapar “a aflição e o pânico do PSD de Oliveira do Hospital”.

“O grande drama do PSD é que a 10 meses das eleições continua sem rosto para a solução”, verifica José Francisco Rolo, acusando os social-democratas de andarem a “iludir e a entreter os oliveirenses com comunicados de mera crítica pela crítica”.

Uma postura que, alerta o líder concelhio do PS, há muito tempo que vem sendo rejeitada pelos oliveirenses, que ao invés disso esperam respostas a problemas concretos como os cortes impostos à Fundação Aurélio Amaro Diniz, o aumento das taxas moderadoras, a ausência de linhas de crédito para as empresas e o aumento do desemprego.

“Gostávamos que o PSD se pronunciasse sobre assuntos que interessam aos oliveirenses, mas sobre isso nada diz”, lamenta José Francisco Rolo, registando também o silêncio do PSD local acerca da sua reduzida representatividade em termos distritais.

“Os novos presidentes do Instituto de Emprego e Formação Profissional e do Agrupamento de Centros de Saúde do Pinhal Interior Norte são de Arganil e não vemos do lado do PSD qualquer manifestação sobre essas nomeações, nem qualquer força em termos políticos, que defenda a centralidade em Oliveira do Hospital e que lhes permita colocar alguém do concelho em lugares de destaque”, denuncia o responsável partidário, recordando que o contrário aconteceu com governos PS, em que Oliveira do Hospital tinha pessoas “em altos lugares de responsabilidade”. “É demonstrativo das fragilidades do PSD oliveirense”, entende.

Ainda a propósito do processo de reorganização administrativa, José Francisco Rolo lembra o PSD da sua co-responsabilidade na aplicação da lei que foi aprovada pelo governo PSD – CDS/PP.

“Daí mais um comunicado para ultrapassar esta dificuldade, porque o PSD sabe que vai pagar eleitoralmente o erro grosseiro de extinção de freguesias”, sublinha o socialista que até nem chega a estranhar o tom crítico do PSD oliveirense, cujo presidente, António Duarte, é “um especialista da crítica”. “Foi crítico de Carlos Portugal, grande tecedor de elogios a Mário Alves e o seu crítico mais demolidor e, hoje, é crítico da governação de José Carlos Alexandrino e do PS, enfim é um crítico”, frisou.

LEIA TAMBÉM

Incêndios adiam da tomada de posse do executivo da autarquia oliveirense

A catástrofe que se abateu sobre Oliveira do Hospital, com os incêndios, levou a uma …

Incêndio

Anda tudo a gozar connosco!!! Autor: Luís Lagos

Anda tudo a gozar connosco!!! Eu estou absolutamente farto!!! Fartinho!!! Haverá quem leia este post …