“O PSD está em condições de voltar a ser vitorioso”

… que acaba de abrir “um novo ciclo em Oliveira do Hospital”.

Não há margem para dúvidas. O objetivo “prioritário e claro” da nova Comissão Política de Secção (CPS) do PSD de Oliveira do Hospital é o de vencer as eleições autárquicas de 2013.

Isto mesmo voltou, ontem à noite, a ser defendido por António Duarte, momentos após ter sido eleito novo presidente da estrutura concelhia à qual se candidatou, em lista única, acompanhado por vários rostos do partido, que num passado recente chegaram a estar em lados opostos. Uma realidade a que o PSD de Oliveira do Hospital já há muito tempo não estava habituado, e que traduz a vontade do partido em unir para vencer. Uma “união” que já deixou de servir de “chavão” ao partido, que agora prefere falar de “vitória”.

“O que nos dividia, hoje transformou-nos numa união pacífica e, agora, o discurso não é na base da união, mas sim da vitória, porque as pessoas anseiam pela vitória”, referiu o novo líder do PSD oliveirense, notando que a lista ontem eleita já é reveladora da “união”, de que foi alvo a família social-democrata e que, o momento atual é de trabalhar no sentido de o partido “dar grandes alegrias aos militantes e simpatizantes e dar perspetiva de esperança a todos os oliveirenses”.

Depois de um ato eleitoral que primou pela “grande afluência de militantes” -“foi uma votação que representou 70 por cento e isso face ao que existia é extremamente positivo”, referiu Duarte, recusando-se a divulgar os números da votação e o universo de militantes em condições de votar – o novo líder social-democrata não tem dúvidas de que a estratégia de “ir junto das pessoas foi e facto a melhor solução”. “As pessoas mostraram-se recetivas e esperançadas e deram prova inequívoca de que estão dispostas a ajudar o PSD a conseguir um futuro melhor para o concelho”, constatou, avisando que o partido está agora preparado para fazer “política concelhia”.

“A partir de hoje cria-se um novo ciclo em Oliveira do Hospital e penso que o PSD está em condições para voltar a ser vitorioso”, disse confiante o social democrata, na certeza de que está rodeado de uma equipa de que se pode orgulhar, e de que o partido irá corresponder aos anseios dos que acreditam no PSD e assim “engrossar as fileiras” do partido.

Definido que está o objetivo de vencer as eleições autárquicas de 2013, António Duarte deu também conta da preocupação do partido em encontrar um candidato com perfil adequado. “É um assunto que exige muita reflexão por parte da Comissão Política”, referiu, remetendo o anúncio do candidato à câmara para o “timing adequado”, assegurando porém que o mesmo não será escolhido com base em “simpatias pessoais”.

A certeza é de que – segundo Duarte – a estrutura concelhia do partido vai decidir em “consciência” e a decisão terá em conta o “feedback da sociedade civil”, com o objetivo de assegurar uma “vitória inequívoca”. “O PSD tem um leque de pessoas de alto gabarito e qualidade que nos vai permitir extrair o nome que vai servir o interesse do concelho”, garantiu, referindo que a escolha irá recair sobre uma pessoa que “reúna capacidades pessoais, políticas, humanas, de amor ao concelho e tenha um projeto exequível para Oliveira do Hospital”.

Novo líder critica “populismo e demagogia”

De olhos postos nas autárquicas, António Duarte disse não estar na política para fazer achincalhamento e reiterou, ontem, a vontade do partido em alterar o estado de coisas a que se assiste no concelho. “Infelizmente, este concelho tem sido gerido nestes últimos dois anos com base em critérios desfasados da realidade, populistas e demagógicos e que até hoje não têm trazido nada de novo”, denunciou o social-democrata que faz uso das estatísticas para atestar da perda de protagonismo do concelho oliveirense, “fruto de uma política que vive das festas e outras atividades que podem ser agradáveis, mas que não trazem riqueza e bem estar”. Duarte referiu que o objetivo do PSD não é o de apenas criticar, mas de apresentar políticas “alternativas e exequíveis e sem base demagógica”. “Vamos fazer política seriamente”, avisou.

Depois do ato eleitoral que ontem colocou a liderança do PSD nas mãos de António Duarte, o partido prepara-se para um conjunto de iniciativas. A primeira das quais vai assentar na inauguração da nova sede – localizada por trás da EB1 da cidade – que terá lugar por ocasião da tomada de posse. Uma mudança que acontece por razões economicistas e que representa uma poupança de 60 por cento naquilo que eram os custos com o espaço atual. “Não foi de ânimo leve que tomámos esta decisão. Este é um local emblemático desde os anos 80 e é com grande mágoa que o deixamos”, disse o novo líder.

A par da eleição para a Comissão Política de Secção – Abílio Vales foi reeleito presidente da mesa da assembleia – decorreu também a eleição para a JSD de Oliveira do Hospital. Em lista única Cátia Morais foi eleita presidente da estrutura e João Madeira eleito presidente da mesa da Assembleia.

LEIA TAMBÉM

Incêndios adiam da tomada de posse do executivo da autarquia oliveirense

A catástrofe que se abateu sobre Oliveira do Hospital, com os incêndios, levou a uma …

Incêndio

Anda tudo a gozar connosco!!! Autor: Luís Lagos

Anda tudo a gozar connosco!!! Eu estou absolutamente farto!!! Fartinho!!! Haverá quem leia este post …