“O senhor faça favor de estar calado”, disse Alves a Rolo

“Agradeço que não me interrompa, porque eu não o interrompi a si e exijo mais respeito da sua parte”, afirmou ontem Mário Alves, quando em reunião pública do executivo o vereador socialista interrompeu o autarca, no momento em que criticava a actuação dos órgãos de comunicação social no caso da EB1 de Galizes.

“Está a mandar recados para a Comunicação Social mas eu fiz-lhe perguntas”, afrontou José Francisco Rolo interrompendo o raciocínio de Alves quando afirmava que “a comunicação social cria factos ou pretende criar factos para ter notícia e vender jornais”.

“Eu já provei isso a alguns responsáveis, relativamente, a coisas que são escritas e que eu não disse. Estou muito à vontade para falar sobre estas matérias…a comunicação social está aqui e é bom que esteja”, referia na ocasião o presidente do município que, em face da interrupção do vereador da oposição, que entretanto lhe garantira todo o respeito, não hesitou em o convidar ao silêncio.

“O senhor faça o favor de estar calado”, ordenou Mário Alves.
“Não estou calado nada”, respondeu José Francisco Rolo, para ser de imediato avisado pelo autarca: “está calado quando eu estou a falar”.

 

Clique aqui para ouvir o som.

 

 

LEIA TAMBÉM

Afinal em que país vivemos? Autor: António Lopes.

Fazendo uma análise superficial ao resultado das eleições do último Domingo, considerando as euforias e …

Comentários aos resultados eleitorais em Oliveira do Hospital. Autor: João Dinis, Jano

Grande vitória da CDU na Freguesia de Meruge!  A nível municipal, porém, sai muito ferida …