Obituário: General Hugo dos Santos faleceu no dia do Centenário da República

Natural de Oliveira do Hospital – em 7 de outubro de 2005 foi distinguido pelo município oliveirense com a medalha de mérito municipal –, Hugo dos Santos destacou-se na carreira militar, tendo ingressado na Escola do Exército em 1952.

Com um vasto currículo, participou ativamente na oposição ao Estado Novo e, nas véspera do dia 25 de abril de 1974, “esteve presente (à civil) no posto de comando do MFA montado no RE 1 – Pontinha”.

Nos meses que se seguiram à revolução, esteve em Bissalanca a presidir à assembleia-geral do MFA e, como representante daquele Movimento das Forças Armadas, participou nas negociações com o PAIGC. Em Lisboa, chegou a acompanhar o MCI Almeida Santos em reuniões internacionais sobre a situação de Timor.

Em julho de 1983, e no posto de brigadeiro, recebe a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade e, no ano seguinte, é nomeado para chefiar a Direção dos Serviços de Transportes do Exército.

Promovido a general em abril de 1986, Hugo dos Santos, que entre 1981 e 82, foi presidente da Federação Portuguesa de Basquetebol, esteve sempre ligado a vários cargos de chefia e, em 1995, deu por terminada a sua carreira militar como inspetor-geral do exército.

 Para conhecer melhor a figura deste general, o CBS online deixa-lhe uma entrevista que Hugo dos Santos concedeu ao Centro de Documentação do 25 de Abril, e que foi conduzia pelo historiador Fernando Rosas.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

LEIA TAMBÉM

Dominado fogo que hoje se reacendeu em Tábua

O incêndio florestal que deflagrou na terça-feira no concelho de Tábua, que esteve em fase …

Incêndios destruíram mais 500 hectares em Seia

Incêndio de Tábua reacendeu-se e mobiliza centenas de bombeiros

O incêndio que ontem deflagrou em Tábua, está novamente activo. O reacendimento aconteceu ao início da tarde …