Os trabalhos de adaptação da antiga casa dos magistrados ao espaço que albergará a futura Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital deverão avançar no final deste ano.

Obras da futura Biblioteca Municipal deverão avançar no final do ano

Imagem vazia padrãoO anúncio foi feito, dia 25 de Fevereiro, pelo presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital na cerimónia de formalização do grupo de trabalho das bibliotecas escolares e municipal e entrega de livros no âmbito do Plano Nacional de Leitura (PNL).

Mário Alves deu conta da aprovação do projecto por parte do Instituto Português do Livro e das Bibliotecas (IPLB) que – como referiu – já garantiu também o financiamento da obra em 50 por cento, mas apenas em 2009. Explicou por isso que, durante este ano, será lançado o concurso público e no final de 2008 terão início os trabalhos. “A Câmara Municipal tem vontade de avançar mas não tem a disponibilidade total para levar a cabo a obra, de imediato”, acrescentou o autarca. Sublinhe-se que nas Grandes Opções do Plano para 2008, a autarquia dotou esta obra com um montante de 350 mil euros para o projecto e execução e mais 100 mil destinados à compra do imóvel.

Na cerimónia, o edil destacou a importância da formalização do grupo de trabalho das bibliotecas escolares e municipal – envolve a totalidade das bibliotecas escolares concelhias e a municipal – por potenciar “a articulação e a possibilidade de as bibliotecas funcionarem em rede”. Realçou o empenho da autarquia no que respeita a esta matéria, apontando o dedo à biblioteca/ludoteca em funcionamento em Lagares da Beira e à requalificação que está a ser feita na antiga Escola Básica do Primeiro Ciclo de Penalva de Alva para adaptação a biblioteca e que conta já com “um acervo documental valioso e quantitativo doado, na sua maioria, pelo professor Pina Martins e que se encontra encaixotado”. Alves remeteu para o mês de Agosto a inauguração do novo espaço e que será colocado “ao dispor da comunidade do Vale do Alva”.

“Temos também dado contributos para se efectuarem melhorias nas bibliotecas escolares”, frisou o presidente do município, explicando que no âmbito do Plano Nacional da Leitura, a autarquia tem procurado que “as bibliotecas escolares possam ter mais livros disponíveis para os nossos alunos”. A Câmara Municipal procedeu ontem à entrega de livros e da verba (segunda fase) em falta para aquisição dos restantes livros recomendados pelo PNL, que no conjunto das duas fases perfaz um total de 17.300 euros. Na opinião de Mário Alves, “é bom que os jovens percebam que não se pode viver só do computador e da Internet”. “É importante que os nossos jovens percebam que a leitura como exercício mental é importante”, acrescentou, enumerando as “acções concertadas” dinamizadas pelo município com esse objectivo, como a vinda de escritores ao concelho, a feira do livro e como novidade o concurso literário destinado aos alunos desde o pré-escolar até ao terceiro Ciclo de Ensino Básico.

Para além da leitura de livros recomendados a crianças e jovens, Mário Alves sugeriu também “uma visita” pelo livros de escritores do concelho como Vasco de Campos, Tarquínio Hall, Francisco Correia das Neves, Isabel Gouveia e outros, “já para não falar de Brás Garcia de Mascarenhas e o professor doutor Ribeiro Garcia de Vasconcelos”.

Liliana Lopes

LEIA TAMBÉM

Oliveira do Hospital fora dos estágios do PEPAL para as regiões afectadas pelos incêndios

O Governo anunciou ontem a abertura, na próxima segunda-feira, das candidaturas para estágios na administração …

MP arquiva queixa da BLC3 contra CBS e PJ continua a investigar participação criminal de António Lopes contra aquela associação

O Ministério Público (MP) determinou o arquivamento (despacho de arquivamento na integra) da queixa apresentada …