OHP Summer Festival promete “marcar a diferença” nos dias 11, 12 e 13 de julho

Oliveira do Hospital prepara-se para mais um “grande evento”. Trata-se do OHP Summer Festival que vai decorrer a 11,12 e 13 de julho e que terá o forte envolvimento do movimento associativo do concelho. O autor do mural de Eusébio, na Cova da Moura, tem presença certa no festival destinado a “menores de 100 anos”.

Atividades desportivas, culturais, musicais, pintura, escultura e demais expressões artísticas dão vida ao novo evento destinado a “realçar a marca de Oliveira do Hospital”, o OHP Summer Festival. Idealizado pela União de Freguesias de Oliveira do Hospital e S. Paio de Gramaços e Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, o festival da juventude marcado para 11, 12 e 13 de julho, foi apresentado sábado à tarde no decorrer da Festa do Queijo como um evento de “grande abrangência e dinâmica que irá envolver todos os nossos jovens” e com “características diferentes dos festivais da juventude que são habitualmente noturnos”.

“Vamos ter um evento de carácter pedagógico, com o envolvimento das associações”, explicou o vereador do desporto da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, explicando que o OHP Summer Festival tem o propósito de “marcar a diferença” e “de desenvolver e aprofundar a vida noturna de Oliveira do Hospital”. “Não queremos que os espaços noturnos sejam apenas para assistir a concertos, queremos que os nossos bares, discotecas tenham também vida e daí o formato como foi idealizado o festival”, referiu Nuno Ribeiro, revelando-se confiante na união firmada entre o município e a União de Freguesias. “Certamente que vamos ter aqui um grande festival que irá orgulhar todos os oliveirenses”, referiu.

“É bom ver grandes nomes nacionais e internacionais associados ao festival. É um enorme contributo que estão a dar”

A aplaudir o envolvimento das associações no evento e a apelar à adesão das que ainda não o fizeram – no concelho existe mais de uma centena de associações – a vereadora da Cultura centra elevadas expectativas no OHP Summer Festival. “Associamo-nos para tornar esta iniciativa de maior dimensão, que extravase os limites do concelho, chegue à Beira Serra , à região centro e quem sabe até traga jovens de todo o país. É para isso que nos preparamos e que estamos a trabalhar”, afirmou Graça Silva satisfeita por a iniciativa contar com a participação dos conceituados “writers” do país, Odeith & Vile, profissionais na arte do graffiti. “É bom ver grandes nomes nacionais e internacionais associados ao festival. É um enorme contributo que estão a dar”, referiu a responsável, apelando aos jovens do concelho para que participem no festival e convidem outros jovens de fora do concelho para “tornar grandiosa a iniciativa”.

“É um evento local que queremos que tenha reflexo nacional”

Nuno Oliveira, presidente da União de Freguesias de Oliveira do Hospital e S. Paio de Gramaços não poderia estar mais satisfeito com a realização do Festival da juventude que “é há muito desejado em Oliveira do Hospital”. “É um evento local que queremos que tenha reflexo nacional”, afirmou o jovem autarca que, desde já, desafia à participação massiva da juventude pela diversidade de atividades que o mesmo disponibiliza. Desde workshops a ateliers, acampamento, festa da espuma e das almofadas, sunset com djs e bandas, intervenção de artistas, escultura, pintura, arte de graffiti, colour city, serão várias as iniciativas previstas, possibilitando a participação dos jovens e dos menos jovens “a baixo custo”. “Haverá um pouco de tudo”, assegurou o autarca que, do mesmo modo, centra grandes expectativas na presença de Odeith & Vile, “pessoas com valor enorme enquanto profissionais e cidadãos” e que, no decorrer desta semana participam na revitalização de um muro da cidade através da arte do graffiti. Odeith é o autor do conhecido mural de tributo a Eusébio, na Cova da Moura.

Presente na apresentação do festival, Odeith revelou-se satisfeito pelo convite que o autarca da União de Freguesias lhe dirigiu, quer para participar no festival, quer para a recuperação do muro na Av. Dr. António Afonso Amaral, onde terão destaque personalidades e monumentos concelhios. “É preciso pessoas como Nuno que façam estas coisas acontecer”, referiu o artista que por estes dias se encontra na cidade a dar vida ao mural de arte urbana.

LEIA TAMBÉM

IP reforça meios de prevenção e limpeza de gelo e neve nas estradas da Serra da Estrela com novo Silo de Sal-gema na Guarda

A Infra-estruturas de Portugal (IP) instalou na Guarda, um novo silo de sal-gema com capacidade …

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …