Olh´ó “Pró-tagonista” ?! Ó meus senhores, façam mas é aquilo que vos compete fazerem… Autor: João Dinis (Jano)

Ao que me disseram – se eu tivesse ouvido, no momento, teria que lá responder e à letra – na última sessão da Assembleia Municipal (29 de Abril), o Presidente da Junta de Freguesia da (ainda) União das Freguesias de Ervedal e Vila Franca da Beira, terá dito que nós – a nível pessoal, João Dinis, e a nível político CDU – nós intervínhamos na Assembleia Municipal (como “público”) porque queríamos ter “protagonismo”…

Pois bem:

-Eu confirmei a acusação em duas fontes. Porém, o facto é que a lei e a legitimidade democráticas garantem-nos o direito – para exercer um dever – de intervirmos nas sessões da Assembleia Municipal como “público”. E nós gostamos de exercer os direitos e os deveres democráticos que, aliás, muito (nos) custaram a conquistar.

rotundas rega (Small)– Para além disso (e já não é pouco), temos muita legitimidade. Do ponto de vista da nossa já longa e consequente intervenção concreta junto das – e para as – Populações, e por continuarmos a ser eleitos na Assembleia de Freguesia da (ainda) União das Freguesias.

– Acresce que o Presidente da Junta de Freguesia da União das Freguesias – que faz parte da Assembleia Municipal “apenas” por ser Presidente da Junta – ele entretém-se, lá, nas disputas verbais de carácter partidário (PS) e “esquece-se” da nossa Freguesia.

Assim, se nós – João Dinis e CDU – não fôssemos às sessões da Assembleia Municipal, não se ouviria lá falar das questões concretas por resolver na nossa Freguesia! E também porque ele (o Presidente da Junta) é “teimoso”, e vai continuar assim, a esquecer-se da nossa Freguesia também na Assembleia Municipal, lá teremos nós que continuar a ser “teimosos” e a ir intervir, embora como “público”…

– Convém entretanto recordar que, há já uns anos atrás, outro elemento da Assembleia Municipal lá nos acusou até de uma “coisa” ainda pior:- corria então o tempo (início dos anos 2000) em que, por falta de condições (físicas) de prevenção rodoviária, havia frequentes e muito graves acidentes no troço da Estrada que passa por – Ervedal – Vila Franca – Aldeia Formosa – Seixo da Beira. Em dez anos morreram lá onze pessoas!

Nós reclamávamos, sempre, a intervenção da Autarquia Municipal e dos Governos para se instalar, lá, meios físicos que contribuíssem para evitar os acidentes rodoviários, graves, no troço em causa. Pois durante uma sessão da Assembleia Municipal de então, houve um “artista” que nos acusou, veja-se bem, de nos querermos promover “à custa dos mortos” na mesma Estrada?! Claro que isto é o género de ofensa que nos faz ficar mais do que indignados. Porém, não nos inibe. Continuámos a luta…até lá se instalar vários desses meios físicos. Por exemplo, as Rotundas que recentemente foram inauguradas com as suas ornamentações artísticas (uma) e pseudo-artísticas (outra). Rotundas que, para além de inauguradas, merecem ser “condecoradas”.  É que, desde que lá foram abertas essas Rotundas, não mais se registaram acidentes graves! Pois da nossa parte sentimo-nos mais do que compensados da luta que travámos e das ofensas insidiosas de que fomos alvo…

Eu quero “pró-tagonismo” ?    Mas será que não vêem que eu até fui, no 1º de Maio, regar os Cardos “inaugurais” da Rotunda da “Mulher Queijeira”, em Vila Franca da Beira ?

Souberam inaugurar as Rotundas – que aliás vão ser pagas com (bastante) dinheiro público…

rotunda cardo seco (1) (Small)Souberam arregimentar para as inaugurações uma ou outra figura local, por sinal conveniente do ponto de vista partidário (PS)…e souberam “esquecer” outras que, por razões da mais elementar justiça, até mereciam ter sido convidadas para o palanque “oficial”. Souberam lá “botar faladura”…com as Pessoas a ouvir…

Mas agora, uma semana depois disso – hoje é Domingo, dia 1º de Maio – já se voltaram a “esquecer” das Rotundas. Numa delas, está secar o Cardo lá plantado à volta, como símbolo e como decoração. Noutra, secam os “pinheiros anões” que correm o riso de ficarem mais anões do que nunca. Ou seja, o Cardo morre à sede, e à sede morrem os “pinheiros anões” !    E morrem todos à sede porque a Junta da União das Freguesias não os manda regar e tem meios próprios para isso. Por outro lado, o projecto das Rotundas não previu rega automática…

E o Presidente da Junta de Freguesia também não vai lá regar as plantas das Rotundas…

Se calhar, por andar sempre envolvido nas querelas partidárias, não tem tempo nem presta atenção às “coisas” da Freguesia… Que “seca”!

Então, não nos resta alternativa senão irmos, nós próprios, regar as plantas… Mesmo que, depois, nos venham acusar de querermos “pró-tagonismos”… Mas que raio?! Afinal, por que razão não vai lá o Presidente da Junta regar? Será que é para o não acusarmos, agora nós, de ele querer “pró-tagonismos” ?

E, já agora, vamos lá fazer uma “novena”, à volta das Rotundas, para rogar ao S. Pedro que faça chover e depressa ! Confiamos em que o S. Pedro nos entenda e faça mesmo chover…ainda que, depois, uns “iluminados” cá do burgo também o venham acusar, ao S. Pedro, de querer             “pró-tagonismos” ilegítimos…

Olh´ó  “Pró-tagonista” (João Dinis, Jano) que até no Dia 1º de Maio resolveu ir regar os Cardos “inaugurais” da rotunda em Vila Franca da Beira!

Quanto a outros “pró-tagonistas” – pela negativa – sim, vejam lá mas é se fazem aquilo que lhes compete fazerem !  Que “seca” !…

Fotos alusivas, tiradas também ontem, dia 1º Maio.

 Autor: João Dinis, Janojanoentrev2

LEIA TAMBÉM

PSD de Oliveira do Hospital quer aposta na formação profissional

O PSD de Oliveira do Hospital mostrou-se na última Assembleia Municipal preocupado com aquilo que …

Empreendedorismo pode transformar o fracasso em sucesso. Autor: Tozé Cardoso

Numa altura de recessão financeira, o empreendedorismo muda, renova-se, altera e no meu entender melhora, …

  • João Albuquerque

    Professor João Dinis, se os cactos dessem para coalhar o leite tínhamos o problema das regas resolvido.
    Se tal fosse possível, acredito até, que teríamos os melhores cactos do mundo.
    Efectivamente, concordo consigo. Olhe, que se catem.

    João Albuquerque

  • Resineiro

    É pá Jano, só regaste os da tua terra.
    Vai lá deitar um penico de água aos pinheiros.

  • joao dinis “jano”

    E para que se saiba…
    Para que se saiba, hoje, Segunda-Feira, 2 de Maio, foram dar uma rega, aliás “forreta” em água, nos “Pinheiros anões ” da rotunda Sul e nos Cardos da outra rotunda, em Vila Franca ! Aleluia ! Até parece que já sabiam que íríamos publicar (hoje) o artigo supra… Esperemos é que pinheiros anões e cardos ainda se salvem… E que voltem a ser regados todos os dias (se não chover).
    Mas não foi o Presidente da Junta a regá-los. Se calhar, nem soube da rega… Foram os serviços municipais. Mas também por que especial razão “têm que ser” os serviços municipais a encarregarem-se, “pessoalmente”, desta rega ? Esta Rega é muito simples.
    A Junta de Freguesia têm meios próprios ( sim, nós sabemos que a Estrada é da responsabilidade municipal) e, depois, há as tais “delegações de competências” da Câmara na Junta, pelas quais a Câmara até transfere verbas para a Junta de Freguesia… Então, e continua a ser necessário virem cá os serviços municipais “desenrascarem” a coisa…e assim (há deslocações, há tempo ocupado, etc) gastarem mais dinheiro público do que é necessário gastar para este efeito da Rega ?? Ou será que, com esta tarefa, os serviços municipais, e quiçá a própria Câmara, andam à procura de…”pró-tagonismos” ?…
    Sempre a considerá-los.
    João Dinis, Jano

  • Vermelhão

    É perfeitamente compreensível que não vão regar as plantas. Desde logo porque são plantas de pouca água. E como há muita gente a meter água por todos os lados, têm a noção perfeita que esta é suficiente até para as plantas. Têm até noção de que, tanta água metem que, há grandes riscos de destruírem as plantas por excesso de água. Ainda vamos ver a construção de bueiros à volta das rotundas.

  • Monsanto

    Ó Jano, andaste a regar os cardos com roundup?
    Está tudo seco como as palhas.

  • Mostra trabalho camarada

    Jano, “confrade” da agricultura sem ser agricultor!
    Ficas bem agarrado ao balde, mas tu que tanto sabes de queijeiras, serradores e até falas com agricultores, não sabes que não deves regar plantas da forma como te bateste para o fotografo do regime comuna.
    Na próxima manif dos agricultores em vez de quereres ser o porta-estandarte, fala com os teus camaradas e vê lá se aprendes a “cultivar-te” mais um pouco.
    Ah, já agora vê se cuidas daquilo que é teu, rapa as ervas e rega as árvores

    • Binual

      E tu vai tratar da caldeira.
      Que te meteram lá, e nem disso percebes.

  • Ortigão de Volta

    Jano, para quem toda a vida fez da politica profissão e nada mais na vida, és um mau protagonista.
    O blogue do lopes da-te o protagonismo que queres e precisas para nao pareces o que sempre foste : um derrotado.
    a tua sorte é que o Alex é teu amigo.
    Mas já agora tu és amigo do Alex? ès mesmo, ou és da mesma massa do Lopes que andou sempre encavalitado no Alex para ser alguem politicamente no concelho e ser conhecido.
    Tu és conhecido, como o eterno candidato do PCP.
    Desta vez, como ele já anunciou a candidatura à câmara, vais ter que lhe ceder o lugar como candidato do PCP.
    Isto se o Lopes não desistir antes de o ser ….
    Se calhar, ainda vais ter que ser outra vez tu candidato dos comunistas.
    à Junta do Ervdedal
    à Câmara
    e o que mais ele te mandar . o Lopes e os seus paus mandados.
    uma equipa brilhante .

    • Prefiro os búzios

      Ortigão…
      Tens a “bola mágica ” onde?
      Quere-la só para ti?
      Então tratas assim as pessoas? És, acaso não se saiba, algum deus, por estas bandas, ressuscitado?
      Qual é a tua “bíblia”?
      Também és da logia?
      Já cá havia poucos…

    • António Lopes

      “Encavalitado no Alex”…! Pois..

      • D: José das Furnas

        Ilha do Corvo, com eles.
        Sem manutenção, nem tenda, nem rega.
        Que se comam uns aos outros, em vez de andarem a passear a sua imbecilidade , falta de carácter e a “comer” em lugares públicos.
        (Não sei que decisão tomaria o marquês de Pombal….)

  • joão dinis, jano

    Ai que queridas e queridos… Não se lhes pode tocar nem ao de leve que se eriçam todinhos…

    Credo, ai que irritanço ! Este “pró-tagonista” do Jano insiste em pôr ao sol e a nu a careca de alguns “iluminados” e seus ainda mais pequenos escribas (que recusam identificar-se pelo nome próprio (são os cobardolas do costume)…

    Mas continuando a informar e a falar a sério enquanto se usa da boa disposição…

    — Hoje Quarta-Feira, 4 de Maio, os serviços municipalizados andaram a correr cá pelas rotundas da Cordinha a regar cardos (secos) e pinheiros anões com umas pingotas.

    E a pergunta é:

    * Será que os serviços municipais teriam cá vindo regar (pelo menos) a 2 e a 4 de Maio se nós não tivéssemos dado o exemplo ( 1 de Maio) e se não tivéssemos “pró-tagonizado” uma rega – “e ´debalde´ foi a rega…” que centenas de pessoas acabaram por ver na NET ?? E a resposta é:- não, não tinham cá vindo…

    — E a pergunta é:-

    *E por que razão cá têm que continuar a vir os serviços municipais a gastar tempo e dinheiro público a mais do que o necessário, porquanto a Junta de Freguesia tem meios próprios para o fazer e que até tem parados ? É que, e tal como já se disse, há “delegações de competências” da Câmara na Junta, pelas quais a Câmara até paga à Junta…

    — E a pergunta é:

    * Mas por que razão o Presidente da Câmara tem ele que fazer de “presidente da Junta” da Freguesia de Ervedal da Beira ? Será por “pró-tagonismo” ?

    — E a pergunta é :

    *Então mas será que o presidente da Junta só serve mesmo para ir para as Assembleias Municipais “ralhar” em nome do partido dele e, assim, se vai esquecendo da Junta ??

    — E a pergunta é:

    * Mas por que razão não querem os actuais membros da Junta ser “pró-tagonistas” de uma boa acção autárquica e vão eles próprios regar as rotundas – as quais, aliás, souberam inaugurar (souberam apanhar boleia da Câmara…) e, a pretexto lá “botaram faladura” no dia ?

    Ó MEUS SENHORES, SEJAM PROTAGONISTAS MAS PELA POSITIVA !
    FAÇAM AQUILO QUE DEVEM FAZER !

    João Dinis, Jano

    • António Lopes

      Ó Jano: Deixa lá os homens.Se soubesses a trabalheira que tiveram para levar a carne que sobrou, que foi quase toda, e a luz que a SRE está a gastar com ela nas arcas, não dizias nada .Problemas têm que chegue…

      • Vila Franca

        Vê lá mas é se acabas com o blá blá blá e resolves chegar à frente
        com o que ainda falta das ruas de Vila Franca.

    • Chega-lhes

      Caro João Dinis;

      O Engenheiro Agrónomo Carlos Maia, está já a tratar de um sistema de rega inovador para cardos e pinheiros bonsai.
      Azar do caraças, é que não ficou pronto a tempo, e os cardos já se podem enfardar.
      Amanhã chove, já dá mais um tempito para o engenheiro tratar do sistema.
      Parece que inventou um motor de rega, que tira água a balde.

  • joao dinis jano

    E hoje (5 Maio) chove…nas rotundas também.

    Grande “pró-tagonista” é o S. Pedro e tal como já tínhamos previsto !

    Nós, para além de termos regado as plantas da rotunda (1 de Maio), também lá demos uma dúzia de voltas, estilo “novena” … a pedir chuva . Pelos vistos resultou.

    Mas o calor vai voltar… E será que os serviços municipais vão continuar a “pró-tagonizar” as regas nas rotundas em vez de serem os serviços próprios da Junta de Freguesia a fazê-lo POIS ATÉ TÊM MEIOS PRÓPRIOS ?

    Nós vamos continuar a girar à volta deste assunto das rotundas…

    João Dinis, Jano

    • Che Gue Vara

      Engraçado, hoje que chove a cântaros, veio o encarregado da câmara com a 4X4 com cisterna para regar os cardos e os pinheirinhos. Anda tudo ao contrário aqui por esta freguesia. Ainda por cima o nosso alcaide foi visitar o Fidel Castro, pode ser que traga de lá umas ideias revolucionárias para o sistema de regas. Ou melhor, que fique por lá.

      • Regador-mor

        É como conta, a anedota:
        ” – Eu não preciso da ajuda de ninguém!”

        • Apoio

          Fidel Castro?
          Depois de Churchill, em livro, é Fidel, ao vivo?
          Será, sem dúvida, um futuro candidato a lugares das Nações Unidas.
          Como o “António das Farturas”, um provável candidato a Alto Comissário das Nações Unidas Para as Rotundas.

  • joão dinis, jano

    João Dinis, Jano

    Vou continuar para que fique aqui registado que eu assumo, tranquilamente, ser o tal “pró-tagonista” – sim, assumo todo o protagonismo possível na luta contra as injustiças e também contra a bacoquice ainda que esta surja pretensamente “iluminada”…

    Entretanto, proponho aos “iluminados” que pesquisem, que estudem, que ouçam outros com atenção e que os respeitem. Tentem saber mais uma coisa simples e que continua ligada a este assunto dos Serradores e da homenagem às madeiras pretensamente embutida naquela rotunda Sul, em Ervedal.

    Tentem saber como é que os serradores da “burra” manobravam e manobravam os troncos à medida que iam serrando cada tronco, um serrador em cima, outro serrador por baixo ? Como faziam eles para serrar um tronco inteiro ? Por que parte do tronco começavam ? Sim, tentem saber como evoluíam, como se posicionavam e como iam posicionando o tronco, e onde o posicionavam, à medida que o serravam até ao fim ?

    Sim, podereis dizer-nos que se estão borrifando para a questão. Mas então reconheçam que com essa ignorância arrogante, afinal, os senhores não querem é saber dos principais protagonistas de uma homenagem que resolveram fazer. Chega a ser uma contradição, não é ? Afinal, não são sensíveis à obra, muito suada, desses homens. Afinal, sóis uns insensíveis arrogantes (e outras cisas terminadas em “antes” tais como ……..)

    João Dinis, Jano

    • Guerra Junqueiro

      Pedantes.

      Completamente de acordo.
      Vamos esperar que nos expliquem como executavam a serragem ou serradura. Independentemente que gostem ou não da inexistência de trave nos dentes da folha do serrote.

      Cumprimentos
      Guerra Junqueiro