“Oliveira do Hospital, a Friendly Municipality” celebra 40 anos do 25 de Abril com a comunidade estrangeira

Celebrar os 40 anos do 25 de Abril com a comunidade estrangeira residente no concelho de Oliveira do Hospital é o objetivo do “Forum of Foreign Communities” que o município de Oliveira do Hospital organiza este fim-de-semana, nos dias 25,26 e 27 de abril, na Casa da Cultura César Oliveira.

Este Fórum das Comunidades Estrangeiras, que abre ao público na próxima sexta-feira, às 15h00, integra diversas iniciativas culturais, funcionando como plataforma de diálogo e de ações em vários domínios, da cultura e da língua, ao turismo, passando pela atividade cívica e ambiental, entre outros.

O Festival das Artes é uma das iniciativas culturais criadas no âmbito deste projeto único. Exposições de fotografia, escultura e pintura, oficinas de artes plásticas, música, cinema ou performances vão estar em destaque nesta primeira edição do festival.

Esta iniciativa, que se integra no projeto “Oliveira do Hospital, a Friendly Municipality”, surge na sequência da aposta que a Câmara Municipal tem vindo a fazer com vista a continuar a estreitar os laços com a população estrangeira residente no concelho, no sentido de promover a sua integração social e económica, valorizando as suas capacidades.

Note-se que, recentemente, a ADXTUR – Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias das Xisto, comparou Oliveira do Hospital a Braga, Aveiro e Leiria no que respeita a pedidos de residências de estrangeiros. História, património, natureza e cultura são os principais motivos de atração.

O “Forum of Foreign Communities” termina no domingo com um Concerto Tributo a Zeca Afonso “Que a voz não te esmoreça”, às 15h30, pelas Tuna Tuna Recreativa Penalvense, Ohphicina das Artes, Estotuna D´Espital e convidados.

LEIA TAMBÉM

Governo e PSD assinam acordo sobre descentralização que abre portas à regionalização

Governo vai pedir a universidades estudos para uma organização subnacional do Estado, dando mais poderes …

Maavim contraria ministro Pedro Marques e diz que há pessoas a viver sem condições nos concelhos de Oliveira do Hospital, Tábua e outros

O movimento associativo de apoio às vítimas do incêndio de Midões (Maavim) manifestou hoje indignação …