Oliveira do Hospital abriu portas a “Missão País”

… realizaram um trabalho de evangelização através do testemunho da Fé, do serviço e da caridade.

Os jovens desenvolveram várias ações de acompanhamento dos utentes da Fundação Aurélio Amaro Dinis e da Casa da Obra Josefina da Fonseca, onde, nas palavras de Leonor Nogueiro, “tentaram ajudar ao máximo naquilo que fosse necessário”. Além disso, dinamizaram aulas de religião e moral e catequese, uma vigília e uma peça de Teatro, “Porta a Porta” que subiu ao palco da Casa da Cultura, no dia 14 de fevereiro.

Missão País é um projeto de universitários, nascido há uma década, como explica Carlos Cardoso, outro elemento deste grupo de Coimbra, e que tem como objetivo “ocupar o período entre o primeiro e segundo semestre” passando-o numa “comunidade diferente”. Leonor Nogueiro e Carlos Cardoso enaltecem o acolhimento que encontraram em Oliveira do Hospital e o “crescimento pessoal enorme” que a experiência lhes proporcionou, com uma nota especial para o trabalho junto dos utentes das instituições. “O nosso principal objetivo de ir às instituições é desinstalá-los, bem como a nós próprios. E esperamos que esta mudança continue”, refere a jovem.

Merecem destaque duas iniciativas que integram o plano de atividades desta semana, o “Porta a Porta”, que consiste em bater à porta das pessoas e aí contactar com as suas alegrias, preocupações e problemas. Outro ponto alto foi a apresentação de uma peça de teatro, que procura envolver elementos da comunidade, e que constituiu “uma experiência muito grande para todos os missionários envolvidos”.

A presença da Missão País foi possível com a parceria do pelouro da Solidariedade e Ação Social, que considerou que o acolhimento ao grupo “vai ao encontro do programa que o Município tem desde o início do mandato, que é acolher voluntários, entidades que queiram desenvolver ações de voluntariado social e da solidariedade social e ambiental”, refere o vereador responsável, José Francisco Rolo, aludindo em particular para o Banco Local de Voluntariado e as vária ações como Limpar Portugal, Limpar o Rio Alva, o projeto Escola Feliz ou a reflorestação de áreas ardidas.

LEIA TAMBÉM

Dominado fogo que hoje se reacendeu em Tábua

O incêndio florestal que deflagrou na terça-feira no concelho de Tábua, que esteve em fase …

Incêndios destruíram mais 500 hectares em Seia

Incêndio de Tábua reacendeu-se e mobiliza centenas de bombeiros

O incêndio que ontem deflagrou em Tábua, está novamente activo. O reacendimento aconteceu ao início da tarde …