Oliveira do Hospital apoiou 84 crianças com Programa de Incentivo à Natalidade

No primeiro ano de execução do Programa Municipal de Incentivo à Natalidade, a Câmara de Oliveira do Hospital investiu 34.051,67 Euros correspondente ao apoio a 84 crianças e disponibilizado ao longo dos três primeiros anos de vida da criança.

“Este incentivo constitui-se como um mecanismo de apoio às famílias económica e socialmente mais desfavorecidas mas sobretudo como um instrumento de incentivo à família”, refere em comunicado a autarquia oliveirense, notando tratar-se de uma medida “de ação social dirigida a estimular a natalidade, mas também uma medida de apoio ao comércio e instituições locais”. Tal decorre do facto de o regulamento determinar que o apoio seja atribuído contra-recibo de montantes gastos especificamente com a criança, na compra de bens e serviços em Oliveira do Hospital, como por exemplo, gastos em farmácia na compra de leite adaptado e vacinação, despesas nos supermercados na aquisição de fraldas e outros artigos de higiene, e o pagamento de creche.

“Tendo em conta esta obrigatoriedade de reembolso de despesas feitas no comércio local de Oliveira do Hospital ou em entidades locais, como creches, significa que foram aplicados 34.051,67€ no comércio e serviços de Oliveira do Hospital”, informa a autarquia.

O Programa de Incentivo à Natalidade de Oliveira do Hospital, implementado a partir de janeiro de 2013, neste momento de balanço reveste-se “de um caráter inovador no contexto nacional no que diz respeito à forma de apoio preconizada”. “A sua criação e implementação teve por base o problema europeu e particularmente português de um preocupante envelhecimento populacional e uma baixa natalidade com repercussões também em Oliveira do Hospital, ainda que o decréscimo neste, seja muito inferior relativamente à média nacional – 3,5% contra os 7,7% respetivamente; bem como o atual contexto socioeconómico com que as famílias se debatem e que se traduz numa diminuição dos recursos financeiros disponíveis e aumento do desemprego, por via das políticas de austeridade”, informa.

Atendendo a que “os primeiros três anos de vida serão dos mais dispendiosos para suportar o bem estar da criança” o regulamento determinou em 2013 a atribuição mensal de 75 Euros no 1.º ano de vida, até 60 Euros no segundo, e até 50€ no terceiro ano de vida da criança, o que se traduz num apoio que pode ir até aos 2.220 euros, por criança, nestes três primeiros anos de vida.

Das 84 crianças apoiadas, o maior número é natural da União das Freguesias de Oliveira do Hospital e S. Paio de Gramaços, seguido das freguesias de Lagares da Beira e de Nogueira do Cravo, coincidindo com os dados dos Censos 2011 que apontam estas freguesias como as mais dinâmicas em termos demográficos.

José Francisco Rolo, vice-presidente da Câmara Municipal e vereador do pelouro da Ação Social refere que “em matéria de incentivo à natalidade o que se vai tornando evidente é que vão fazendo mais os municípios pelo apoio à natalidade e às famílias do que o Governo central ou a própria União Europeia, o que é preocupante face ao problema”.

“Este é um apoio relevante da Câmara Municipal no apoio às famílias do concelho de Oliveira do Hospital”, entende José Francisco Rolo, considerando que o concelho dispõe de medidas “bem definidas no âmbito do apoio às famílias e às crianças, seja quanto ao incentivo à natalidade; à ação social escolar; aos transportes escolares gratuitos para todos; ao apoio na escola (Projeto Escola Feliz); à atribuição de bolsas de estudo de caráter social e de mérito escolar; aos tarifários de água mais baixos para as famílias numerosas e de baixos recursos; programas de ocupação de jovens; etc, etc”. “Estamos em crer que Oliveira do Hospital se pode afirmar como um município preocupado e que atua protegendo e apoiando as suas famílias”, sublinha José Francisco Rolo, que sobre a questão da baixa natalidade, refere, “este é um problema nacional que tem de ser assumido com medidas concretas, apoiando as famílias e dando-lhes condições e não retirando-lhes rendimentos”.

LEIA TAMBÉM

Burger King une-se à Cruz Vermelha para apoiar vítimas dos incêndios

A BURGER KING e a Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) estabeleceram um protocolo com o objectivo …

Município de Oliveira do Hospital volta a ser distinguido como amigo das famílias

Oliveira do Hospital volta a estar entre os setenta municípios que foram distinguidos por adoptarem …