Oliveira do Hospital assinala Dia Municipal para a Igualdade

O Município de Oliveira do Hospital assinala esta semana Dia Municipal para a Igualdade, que foi instituído em 21 de junho de 2011, data em que ocorre o solstício de Verão, sob o lema “O sol quando nasce é para todos”.

As comemorações, que iniciaram ontem, na Casa da Cultura César Oliveira, com a exibição simbólica do filme “12 anos Escravo”, integram, entre outras atividades, música, cinema ao ar livre, exposições temáticas e debates.

No âmbito do Dia Municipal para a Igualdade, realiza-se também, dia 19 de junho, na Casa da Cultura César Oliveira, a III edição do Fórum da População Estrangeira “Oliveira do Hospital, a Friendly Municipality”, um evento que o Município organiza com vista a estreitar laços com a comunidade estrangeira residente no concelho e que conta já com mais de uma centena de cidadãos estrangeiros.

Estará também patente no edifício dos Paços do Município, a exposição fotográfica “A Transmissão da Vida”, que esteve presente em março ultimo no átrio dos Hospitais da Universidade de Coimbra/Centro Hospitalar da Universidade de Coimbra (HUC-CHUC), promovida pela Sociedade Portuguesa de Medicina da Reprodução, e que será inaugurada às 15:00 do dia 21 de junho, com a presença do Prof. Doutor Agostinho Almeida Santos, socio fundador da SPMR.

Com uma programação diária, as comemorações do dia dedicado à causa da igualdade encerram a 21 de junho, no Salão Nobre dos Paços do Município, a partir das 15h00, com um conjunto de conversas em torno do tema da Igualdade de Género, onde participarão a Conselheira Municipal para a Igualdade, Teresa Serra, o Presidente da Câmara de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, Agostinho Almeida Santos, da Sociedade Portuguesa de Medicina da Reprodução, Eunice Saraiva, da ADIBER, e membros da equipa do projecto Igualdade Local: Cidadania Responsável.
~

O Dia Municipal para a Igualdade foi criado em 2011 com o objetivo de se instituir no concelho uma data simbólica para a promoção da Igualdade Género e sensibilização contra todas as formas de descriminação.

LEIA TAMBÉM

O ódio à escola. Autor: Renato Nunes

7h00. O despertador toca e Mauro enrola-se nos cobertores, assim que consegue silenciar o maldito …

Quem compra pássaros? Autor: Renato Nunes.

Todos os sábados, quando ainda mal amanhece, saio de casa em direcção ao mercado semanal. …

  • Sombra

    Não está envolvido o Dr Antero com o projecto €guita qualquer coisa?
    É música para tolos? Anda a dar musica aos loucos? Ou anda a fazer de nós doidos?
    Nunca vi um individuo tão atrasado, a ganhar tanto dinheiro neste concelho de cegos.