Oliveira do Hospital continua a estreitar laços com comunidade estrangeira

Um grupo de estrangeiros residente no concelho participou esta manhã em mais um fórum “Friendly Municipality”. Desta forma, a Câmara de Oliveira do Hospital quer continuar a estreitar laços com os estrangeiros que já são cerca de 700 no concelho e atrair novos visitantes de outras nacionalidades.

Oliveira do Hospital não esmorece no propósito de promover a boa integração da comunidade estrangeira no concelho. Depois de em maio do ano passado ter dado início ao projeto “Oliveira do Hospital – Friendly Municipality”, a Câmara Municipal orgulha-se pela boa aproximação àquela comunidade, que encontra no município “uma estrutura de porta a aberta, onde há um ponto de apoio que a encaminha e apoia em matérias de urbanismo, licenciamento, ambiente e jurídicas”. “São ganhos que este projeto teve”, afirmou esta manhã o vice-presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, chegando a considerar que a referida estrutura “operou um pequeno milagre ao criar confiança nestes cidadão, passando a imagem de que Oliveira do Hospital tem uma estrutura amigável”.

No arranque do III Fórum “Friendly Municipality” que teve lugar esta manhã na Casa da Cultura César Oliveira, José Francisco Rolo dá assim conta de uma maior aproximação da comunidade estrangeira à oliveirense, bem como da chegada de novos estrangeiros ao concelho. Aos estrangeiros oriundos da Bélgica, Holanda e Alemanha associaram-se, nos últimos meses, estrangeiros vindos de Inglaterra, contando-se cerca de 30 britânicos em território oliveirense. “São cada vez mais os que se aproximam do município pela difusão do conceito em inglês friendly municipality”, referiu o vice-presidente, notando que a vinda daquela comunidade resulta da divulgação deste projeto no reino unido.

José Francisco Rolo não tem dúvidas de que este é o caminho certo. “Canalizamos visitantes para Oliveira do Hospital que alimentam o setor turístico em espaço rural e que podem explorar o concelho e perceber se têm condições de poder viver cá”, frisou, considerando ser esta “uma boa oportunidade para atrair novos visitantes, particularmente para as zonas rurais mais despovoadas e envolvê-los mais na vida da comunidade”.

Atualmente residem no concelho cerca de 700 estrangeiros, uns de modo regular, outros sazonalmente. Pessoas que mantêm relação com o seu país de origem e que passam “uma imagem positiva de Oliveira do Hospital”. “Oliveira do Hospital como todo o interior precisa de população e mais importante o país que perdeu, no ultimo ano, 60 mil pessoas em idade ativa. Precisamos que venha mais gente para Portugal com vontade de produzir e investir”, afirmou José Francisco Rolo que encara o projeto como “um ganho para Oliveira do Hospital”.

LEIA TAMBÉM

Marcelo promulga comissão técnica para analisar fogos de Outubro que afectaram Oliveira do Hospital

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou hoje o diploma da Assembleia da …

O ódio à escola. Autor: Renato Nunes

7h00. O despertador toca e Mauro enrola-se nos cobertores, assim que consegue silenciar o maldito …