Oliveira do Hospital “de fora” da 76ª Volta a Portugal

Oliveira do Hospital não consta da lista de partidas, nem de chegadas das 10 etapas da 76ª Volta a Portugal em bicicleta. A prova rainha do ciclismo está na estrada a partir de 30 julho, com prólogo em Fafe. Já a linha de meta de consagração do vencedor, estará na Avenida da Liberdade, em Lisboa.

Oliveira do Hospital interrompe este ano a sua participação na Volta a Portugal em Bicicleta depois de recuperada em 2010 pelo executivo municipal de José Carlos Alexandrino. Isto mesmo é comprovado pela informação disponibilizada pela organização da prova rainha do ciclismo que, em nenhuma das 10 etapas, faz referência a qualquer partida ou chegada do pelotão no concelho oliveirense.

A ausência de Oliveira do Hospital do calendário da 76ª Volta a Portugal contraria, porém, aquelas que eram as expectativas municipais. Na edição de 2013, José Carlos Alexandrino dava como certa, em caso da sua reeleição, a participação do concelho naquela prova desportiva, com mais “duas partidas e duas chegadas” por considerar a Volta como um evento que é do agrado do povo e que, ao mesmo tempo, confere uma maior visibilidade ao concelho, por ter associadas horas de transmissão televisiva. Um propósito que, em nome da “contenção”, José Carlos Alexandrino se vê obrigado a não cumprir. “Este ano fomos obrigados a prescindir da prova”, afirmou o autarca ao correiodabeiraserra.com, informando que a “atual situação financeira” do município “obriga a repensar a aposta que, desde 2010, vinha a ser feita na Volta a Portugal. O presidente da Câmara não dá contudo a interrupção como definitiva, falando da existência de um acordo com o diretor da prova, Joaquim Gomes, para que nos quatro anos de mandato, Oliveira do Hospital seja palco não de duas chegadas e duas partidas, mas de uma chegada e uma partida. Numa “tentativa de redução de custos”, José Carlos Alexandrino informa que, este ano, Oliveira do Hospital também não será palco do Rali cidade de Oliveira do Hospital. “Quando somos obrigados a reduzir custos com o futebol senior, temos que começar por aqui”, considera o autarca.

A 76.ª edição da Volta de Portugal arranca a 30 de julho em Fafe. Termina a 10 de agosto, com uma etapa de 167,1 quilómetros, com partida na aldeia de Burinhosa, Alcobaça, e passagem por Torres Vedras, junto à estátua de Joaquim Agostinho – uma homenagem ao corredor falecido há 30 anos -, antes da chegada à Avenida da Liberdade, em Lisboa.

Antes disso, as tradicionais subidas à Senhora da Graça (Mondim de Basto) e Torre (Seia), a par de uma passagem pela estreante Serra do Larouco, em Trás-os-Montes

Etapas da Volta a Portugal:
30 julho: Prólogo: Fafe-Fafe, 6,8 km (CRI).
31 julho: 1.ª etapa: Lousada-Maia, 183,5 km.
1 agosto: 2.ª etapa: Gondomar-Braga, 171,8 km.
2 agosto: 3.ª etapa: Viana do Castelo-Montalegre, 180 km.
3 agosto: 4.ª etapa: Boticas-Mondim Basto (Senhora da Graça), 192,5 km.
4 agosto: 5.ª etapa: Alvarenga-Santo Tirso (Senhora da Assunção), 161,3 km.
5 agosto: 6.ª etapa: Oliveira do Bairro-Viseu, 155 km.
6 agosto: Dia de Descanso.
7 agosto: 7.ª etapa: Belmonte-Seia (Torre), 172,5 km.
8 agosto: 8.ª etapa: Sabugal-Castelo Branco, 194 km.
9 agosto: 9.ª etapa: Oleiros-Sertã, 28,9 km (CRI).
10 agosto: 10.ª etapa: Burinhosa-Lisboa, 167,1 km

LEIA TAMBÉM

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …

idosos

Idoso desaparecido em Trancoso

Os Bombeiros e a GNR estão a procurar um homem de 90 anos que foi …

  • Cidadão Oliveirense

    Finalmente uma boa noticia, o Alex com os 100 mil que pagava para a volta, já tem 10% do valor da indminização a pagar ao Promotor das Caldas.

  • Festas adiadas

    Ai, ai, ai, agora é que se lembra que não há dinheiro. Se tivesse estado quietinho nas anteriores, escusava agora de passar por esta vergonha.
    Toda gente sabe que a CMOH está de tanga. vamos ver é se não nos cortam a água.

  • Ciclista

    Não digam asneiras, está tudo no segredo dos deuses. Passo a explicar:
    O JCA está a preparar um processo para pôr em tribunal o promotor do hotel das Caldas.
    JCA tinha previsto uma prova no paralelepípedo a imitar a mítica Paris-Roubaix, contando para tal com a calçada das Caldas que FC levantou. Parece que lhe vai pedir para cima de 3 milhões de euros de indemnização.
    Vocês pensam que o homem faz as coisas no ar. Tenham juízo, é tudo pensado ao mais ínfimo pormenor.

  • Zeca Diabo

    O Senhor Presidente é um tratado…E está a começar a ficar “esperto”.Este ano o Joaquim Gomes, como entraram muitos presidentes novos e estão a querer mostrar serviço, há muita gente a querer a volta sem discutir preços. Aí “amigos amigos,negócios à parte” o “amigo Alex” ficou para trás…abençoada crise que dá jeito para muita coisa. Até para formar demagogos..!

  • Zeca Diabo

    Ouviram a explicação do Senhor Presidente da Câmara, na Assembleia Municipal? “Ipis verbis” a que eu dei no anterior comentário..! As coisas que eu sei..! Não me ouçam..não..!

  • Dementes, vocês…

    Lindo lindo, é ver dementes que falam sem razão de causa! Se a água for cortada secalhar é por culpa de um executivo da chacha chamado PSD que nem acordos sabia fazer

  • Povo

    Quero ver onde esta cidade vai parar! Só espero que o povo mais tarde não esqueça os causadores da desgraça que aí vem. Parece agora, que o Srº Nuno Oliveira também quer ajudar à festa, primeiro gasta uns euros na sardinhada e como se não chegasse decidiu fazer aquele belo festival de verão, que gostava de saber o prejuizo que nos causou. Certamente se fosse com dinheiro do bolso dele não tinha estas ideais.

  • Leitor

    O Lopes está falido.
    O CBS não anda nem para trás nem para a frente.
    O que vai ser destes comentadores, que agora em local nenhum podem debitar bitaites?