Oliveira do Hospital: Desemprego aumentou 37 por cento entre os homens

O desemprego começa a ser cada vez mais uma realidade entre os homens. Só no concelho de Oliveira do Hospital estavam inscritos, no final do mês de Setembro, 357 homens no Instituto de Emprego e Formação Profissional.

Ainda que as mulheres continuem a ser as mais afectadas (467), o sexo masculino representa cerca de 43 por cento da população desempregada no concelho de Oliveira do Hospital.

A tendência de desemprego entre os homens é uma realidade que se vem observando há já alguns meses, e está muito associada à crise que afecta sobretudo o ramo da construção civil. Já entre as mulheres, o desemprego está directamente ligado ao encerramento de várias unidades de confecções que se verifica no concelho desde 2006.

A situação torna-se, contudo, mais preocupante se se tiverem em conta os números do desemprego de 2008, já que é possível verificar que os homens inscritos no Centro de Emprego de Arganil, aumentaram em cerca de 37 por cento, em relação ao mês homólogo. Já entre as mulheres, chega-se a observar uma diminuição de menos de um por cento.

De um modo geral, o desemprego verificado em Setembro deste ano (824) registou um aumento de cerca de 15 por cento em relação ao mesmo período de 2008 (697).

Há, contudo, a sublinhar uma redução de menos de um por cento do número de de inscritos no centro de emprego, em comparação com o mês de Agosto (831).

Também, nesta análise é possível verificar que a redução apenas beneficiou as mulheres – passaram de 481 para 467 inscritas –, já que entre os homens o desemprego registou uma subida de dois por cento, passando dos 350 inscritos para os 357.

LEIA TAMBÉM

Ano de 2017 foi o melhor de sempre para o turismo no Centro de Portugal

O ano de 2017 foi o melhor de sempre para a atividade turística no Centro …

PSA anuncia produção de carros de lazer na fábrica de Mangualde

Depois de ameaçar encerrar a produção em Portugal, o grupo francês PSA aumenta a pressão …